Meio Ambiente

Reservatórios do Nordeste operam com 8,3% da capacidade

Usina de Sobradinho registra volume de 4,15%, segundo ONS

Da Agência CanalEnergia, Noticiário

Os reservatórios da região Nordeste operam com volume de 8,3%. Segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico relativos a última segunda-feira, 2 de novembro, houve diminuição de 0,1% frente ao dia anterior. A energia armazenada na região chega a 4.303 MW mês e a Energia Natural Afluente alcança 641 MW med, o equivalente a 11% da Média de Longo Termo armazenável no mês até o dia. A usina hidrelétrica de Sobradinho tem volume de 4,15%. O baixo volume da UHE tem sido constante nos últimos meses, muito em função da forte estiagem que a área de influência da usina enfrenta.

No Sul, os níveis sobem 0,2%, com o volume armazenado chegando a 97,2%. A energia armazenada no submercado totaliza 19.407 MW mês e a ENA registra 17.058 MW med. O montante corresponde a 130% da MLT. A usina de Machadinho opera com 98,90% da sua capacidade. No Sudeste/Centro-Oeste, os níveis apresentam aumento de 0,1%, com os reservatórios da região apresentando 27,7% da sua capacidade de operação. A energia armazenada no submercado é de 56.158 MW mês e a ENA chega a 22.441 MW med, o mesmo que 68% da MLT. O reservatório de Furnas registra volume de 21,91% e o de São Simão, 22,25%.

Reservatório de Sobradinho atingiu níveis abaixo da época de racionamento  (Foto: Divulgação)
Reservatório de Sobradinho atingiu níveis abaixo da época de racionamento
(Foto: Divulgação)

Na região Norte, os níveis situam-se em 24,2%, mesmo patamar apresentado no dia anterior. A energia armazenada na região alcança 3.632 MW mês e a ENA chega a 1.448 MW med, valor igual a 45% da MLT. A usina de Tucuruí opera com volume de 23,38%.

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close