Comissão externa vai ao Ceará conferir andamento da transposição do São Francisco

0

Execução de obras de saneamento básico é uma das preocupações dos deputados

A comissão externa sobre a transposição do Rio São Francisco vai hoje a Juazeiro do Norte, no Ceará, conferir o andamento das obras, especialmente quanto à implantação de projetos de saneamento básico. Relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) indica diferentes problemas, como risco de poluição das águas do rio, uma vez que, em 57% dos municípios da área de influência do projeto, não há serviços adequados de esgotamento sanitário nem convênio para execução de obras de esgoto.

O coordenador da comissão, deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE), informa que, em Juazeiro do Norte, o grupo pretende se reunir com prefeitos da região, gestores públicos das áreas de saneamento e meio ambiente, além de representantes da Caixa Econômica Federal.

“O TCU tem nos auxiliado bastante. Há um descompasso entre as obras de saneamento, via as empresas de saneamento nos estados. Através desses relatórios é que estamos buscando governadores e prefeitos e ouvindo secretários de estado”, afirma Gomes de Matos. “Outro desafio é quem vai gerenciar essas águas, porque precisa ter, via Codevasf, um órgão específico para ser o gerente dessas águas, sob pena de mais na frente gerar briga e gerar confusão entre os estados, por necessidade de água”.

Na sexta-feira (6), a comissão externa faz visitas técnicas a trechos das obras em Cabrobó e Salgueiro, em Pernambuco, e Jati, no Ceará.

O objetivo do grupo, segundo Gomes de Matos, é contribuir para a conclusão da transposição do São Francisco. O deputado destaca que, em 12 anos, já foram gastos R$ 8 bilhões no projeto.

Reportagem – Ana Raquel Macedo
Edição – Alexandre Pôrto

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias

 

Leia Também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.