Meio Ambiente

Agricultores vão aprender a identificar inimigos naturais de pragas agrícolas no RJ

O Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo. Mas como produzir alimentos e se livrar de pragas e doenças sem recorrer a esses produtos que podem fazer mal a saúde do homem e ao meio ambiente? Uma das alternativas apontadas pelos especialistas é o controle biológico de pragas. A técnica utiliza insetos presentes na natureza, conhecidos como inimigos naturais, para controlar as pragas. Com o objetivo de orientar agricultores e técnicos da região serrana na identificação desses insetos do bem e promover seu aumento na propriedade rural, a Embrapa promove nos próximos dias 11 e 12 de novembro duas capacitações em Nova Friburgo e Teresópolis.

Durante o treinamento, que envolve uma parte prática de captura e triagem de insetos, os técnicos da Embrapa também vão abordar a importância da diversificação vegetal para a manutenção desses agentes de controle de pragas nas lavouras. “O uso de diferentes espécies de plantas, em sistema de rotação ou em cultivos consorciados, cria um ambiente ideal para atrair e conservar os insetos inimigos naturais das pragas agrícolas”, explica a pesquisadora Alessandra de Carvalho, da Embrapa Agrobiologia.

As plantas atraem insetos, que se alimentam delas e que, por sua vez, servem de alimento para outros insetos que atuam como agentes naturais de controle biológico. Não é difícil entender esta cadeia, mas para que ela seja eficaz e funcione, é preciso levar em conta possíveis interações, como por exemplo, quais espécies de plantas devem ser mantidas junto a determinada cultura para atrair este ou aquele inimigo natural.

Foto: Halina Schultz

Halina Schultz - Algumas espécies de planta atraem insetos benéficos à lavoura

Algumas espécies de planta atraem insetos benéficos à lavoura

Para facilitar o entendimento sobre quem são os vilões e quais os insetos benéficos para as lavouras, os agricultores e técnicos receberão um exemplar do Guia para o reconhecimento de inimigos naturais de pragas agrícolas. A publicação traz fotos e descreve tamanho, coloração e sua função na natureza. “De nada adianta a presença de insetos benéficos na lavoura, se o agricultor confundi-los com os que podem causar danos à plantação”, ressalta a especialista da Embrapa.

A capacitação é organizada pela Embrapa Agrobiologia, com o apoio da Emater-Rio e da Associação de Pequenos Agricultores da Fazenda Rio Grande e da Associação Agroecológica de Teresópolis.

Serviço:

Dia de Campo “Agentes naturais de controle de pragas agrícolas: quem são, o que fazem e como promover seu aumento na propriedade rural”

Data: 11/11
Local: Sítio Hikari – Comunidade Fazenda Rio Grande, Nova Friburgo (RJ)
Hora: 08 às 17h00
Vagas limitadas
Inscrições: cnpab.montanhas@embrapa.br (mediante confirmação)

Data: 12/11
Local: Sítio Bicho Solto – Vale Alpino, Teresópolis
Hora: 08 às 17h00
*Atividade restrita aos agricultores da Associação Agroecológica de Teresópolis

Ana Lucia Ferreira (MTb 16913/RJ)
Embrapa Agrobiologia
agrobiologia.imprensa@embrapa.br
Telefone: (21) 3441-1596

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.