Meio Ambiente

Instituto Politécnico da Uerj em Friburgo realiza estudo com cones de linhas

Instituto Politécnico da Uerj em Friburgo realiza estudo com cones de linhas vazios e comprova que a Elas Ecomodas é amiga da natureza

Por Alex Sandro Santos*

Sabendo da demanda da Elas Ecomodas em realizar um estudo sobre o reaproveitamento de cones de linhas vazios para o cultivo de mudas de árvores nativas da Mata Atlântica, o Instituto Politécnico da Uerj em Nova Friburgo mergulhou profundo no Projeto Ambiental Elas Preservando para avaliar se os respectivos materiais plásticos descartados pelas confecções – tão logo as linhas se findam nos carreteis – poderiam ser reutilizados para tal finalidade ambiental. A Elas Ecomodas produz moda sustentável com reaproveitamento e materiais ecologicamente corretos, detentora de inúmeras premiações e uma das poucas confecções no Brasil a possuir um Selo Verde por honra ao mérito.

Foi dedicado praticamente todo o ano de 2015 para realização deste trabalho, com idas e vindas, ligações e trocas de email, e a equipe do Instituto Politécnico também contou com três mudas de árvores cedidas pelos organizadores do Elas Preservando que serviram como apoio prático ao desenvolvimento do relatório que investigou se o cultivo das respectivas mudas poderiam causar algum tipo de variação nos cones e se o polipropileno homopolímero usado na fabricação dos cones poderiam liberar algum tipo de resíduo prejudicial ao solo. As mudas usadas nesta pesquisa, vale lembrar, foram retiradas de escolas diferentes que mantinham o Projeto Elas Preservando em suas unidades para o desenvolvimento da educação ambiental dos estudantes, e algumas informações do cone de linha foram obtidas com uma indústria que produz e fornece este mesmo material ao mercado têxtil.
É importante saber também que o tipo de solo usado nas três amostras apresentavam variações de acidez diferenciadas uma das outras, o que tornou esta pesquisa ainda mais completa e rica de informações. As mudas de Pinheiro-de-araucária, usadas para esta pesquisa, foram colocadas estrategicamente sob as mesmas condições como se estivessem sendo cultivadas dentro de um viveiro de mudas.

A Professora Marisa Cristina Rocha, Coordenadora do Núcleo de Caracterização e Desenvolvimento de Materiais Poliméricos e Compósitos, é quem assina o documento, que contou com a colaboração de pesquisa da gerente do NCDMP, Nancy Alvarez. “Tivemos este interesse em pesquisar a utilização dos cones dentro do Projeto Ambiental Elas Preservando, pois entendemos que toda a informação técnica é necessária e bem vinda para que possamos melhorar sempre e, com isso, crescer em qualidade e credibilidade. Acreditamos no potencial deste projeto por ser inovador e pioneiro no Brasil, embora, em muitas ocasiões, parecemos estar indo na contramão de tudo e todos sem o mínimo incentivo financeiro e fiscal… enquanto existir energia dentro de nós, iremos em frente com esta iniciativa que já existe desde 2009 com a certeza de estarmos realizando um trabalho excepcional, não somente por Nova Friburgo, como também para o planeta por inteiro” – disse Adriana Santos da microempresa de confecção Elas Ecomodas.

O relatório pode ser visto e baixado no site da Elas Ecomodas, na área de downloads, http://elasecomodas.com.br/institucional/rodape-downloads.php . Para outras informações junto a Elas Ecomodas ligue para (22) 2526 5572, ou quem preferir fazer contato com a equipe de pesquisadores e autores deste documento, ligue para (22) 2533-2263.

*Repórter fotográfico/jornalista matriculado pela Federação Nacional da Imprensa, diretor comercial e de comunicação da Elas Ecomodas e idealizador do Projeto Ambiental Elas Preservando

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.