Meio Ambiente

Alguns dos benefícios do abacate à saúde

Por algum tempo o abacate foi aquele alimento que era orientado a ser evitado na dieta por conta do excesso de calorias. Depois, descobriu-se que a fruta era rica em importantes ácidos graxos conhecidos como ômega-3, importante antioxidante para o controle do colesterol, assim como foi comprovado que a fruta consumida equilibradamente na dieta pode influenciar até mesmo no emagrecimento.

Afinal, quais os benefícios do abacate que o tornam um superalimento?

Riqueza em nutrientes – O abacate é rico em vitamina E, ácido fólico, em vitaminas do complexo B, em importantes minerais como o potássio, é rico no já mencionado antioxidantes ômega-3, entre outros nutrientes.

Contra diversas doenças – A riqueza em ácido fólico torna o abacate um alimento importante para o consumo das grávidas e de crianças, evita doenças como a anemia e é uma fruta recomendada para o tratamento da diabetes.

Contra dores – Segundo estudos científicos, o óleo de abacate, principalmente, é indicado para o combate de dores como a artrite por conta do alto teor de PFA (álcoois graxos poli-hidroxilados).

Controle do peso corporal – Se consumida em equilíbrio na dieta, a fruta auxilia no emagrecimento por conta da presença de ácidos graxos monoinsaturados, que produzem sensação de saciedade, auxiliando até mesmo no controle da ansiedade que pode levar ao desejo pela ingestão de alimentos.

Para o controle do colesterol – A primeira indicação da utilização do abacate na dieta era por conta do controle do colesterol, isso porque por conta da presença do ácido graxo ômega-3, os níveis de HDL (bom colesterol) são aumentados e os níveis de LDL (mau colesterol) sofrem considerável diminuição.

Melhora a função cognitiva – As doses de ômega-3 e de vitamina E, são importantes para o perfeito funcionamento cerebral. Estudos científicos já apontaram que o consumo regular deste alimento estaria associado à prevenção da demência.

Proteção dos olhos – A fruta possui dois importantes antioxidantes que agem em prol da saúde da visão: a luteína e a zeaxantina.

Por esses motivos vale consumir a fruta com mais frequência na dieta.

Tags
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close