Meio Ambiente

Reduza o risco de câncer de mama com tomates!

Os benefícios dos tomates para a saúde são abundantes, eles vão desde ajudar a aumentar a densidade óssea até oferecer proteção cardíaca. Sua composição nutricional tem sido sempre elogiada, mas as últimas notícias mostram uma ligação entre os tomates alimentares e um risco reduzido de câncer de mama em mulheres.

Normalmente, as propriedades anticancerosas dos “tomates têm sido associadas a um menor risco de câncer de pulmão ou de câncer de próstata em homens, mas não muita atenção tem-se centrado sobre o seu papel na saúde da mama da mulher. Até agora!

Um estudo publicado no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism mostrou que as mulheres que comeram tomates e produtos de tomate por 10 semanas apresentaram maiores níveis de adiponectina, um hormônio que regula o metabolismo, que desempenha um papel na regulação do açúcar e da gordura.

Como a obesidade é um dos muitos fatores de risco conhecidos para o câncer de mama, a conclusão do estudo foi que consumir mais tomates pode ajudar a controlar o peso. Portanto, a ligação entre o risco de câncer de mama e a redução de peso em mulheres foi feita.

Setenta mulheres pós-menopáusicas com um índice de massa corporal (IMC) entre 25 e 42 (considerado sobrepeso) foram envolvidas neste estudo. Seus níveis de adiponectina aumentaram 9 %, mostrando que o consumo da fruta pode desempenhar um papel em ajudar as mulheres em risco para câncer de mama.

Acredita-se que o licopeno, o carotenóide no tomate responsável por sua coloração vermelha intensa, é em grande parte responsável pelo aumento nos níveis de adiponectina das mulheres. De acordo com a American Cancer Society, o licopeno também pode “ajudar a proteger contra o câncer do colo do útero, mama, boca, pâncreas, esôfago e cólon e reto”.

“As vantagens de comer em abundância tomates e produtos à base de tomate, mesmo que por um curto período, eram claramente evidentes em nossos resultados”, diz o pesquisador Adana Llanos, que também é professor assistente de epidemiologia na Universidade Rutgers”.

“Comer frutas e legumes, que são ricos em nutrientes essenciais, vitaminas, minerais e fitoquímicos como o licopeno, transmite benefícios significativos”, o pesquisador Adana Llanos conclui.

Fauldoxo é um medicamento que age impedindo que a função das células tumorais se multipliquem. O medicamento é indicado para tratar certos tipos de cânceres, como o câncer de mama, ósseo, pulmão, tireoide do ovário e leucemia. Além disso é também indicado para o tratamento primário do câncer de bexiga.

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.