Meio Ambiente

Voluntários retiram resíduos do Rio Taguaruçu

Para conscientizar a sociedade sobre a importância de preservar o meio ambiente, bem como marcar a comemoração do Dia Mundial da Água, a Cooperativa Central Aurora Alimentos através do Frigorífico Aurora Chapecó II (FACH II) e os voluntários do programa “Amigo Energia” da Fundação Aury Luiz Bodanese, realizaram, nessa semana, a limpeza do Rio Taguaruçu, em Chapecó.

Os 50 voluntários fizeram a limpeza da grade, do rio, lavagem dos pneus e dos resíduos materiais e separação dos resíduos para destinação correta. Ao todo foram recolhidos 130 pneus e aproximadamente 8.750 kg de resíduos. O objetivo foi evitar a proliferação de insetos, a exemplo do mosquito Aedes Aegypti, e a contaminação do solo e da água.

Entre os itens retirados do rio estão: plásticos, pneus, brinquedos, aparelhos eletrônicos, pedaços de móveis e animais mortos. Alguns desses itens levam centenas de ano para se decompor, a exemplo do plástico, do alumínio (entre 100 e 500 anos) e do vidro (400 anos).

A preocupação é com o impacto causado pelos resíduos ao meio ambiente. De acordo com o encarregado de gestão ambiental do FACH II, Muriel Pessoa da Silva, na natureza alguns materiais contaminam o solo, provocam o acúmulo de sujeira e entopem as valas. “Muitos casos de alagamento são resultado do acúmulo de materiais em locais inadequados. Essa iniciativa preservará a mata da encosta do rio e evitará contaminação do solo, água e animais”, explicou.

Além de cuidar do meio ambiente a cooperativa se preocupou com a saúde dos voluntários, que receberam roupas e calçados adequados, protetor solar e repelente. “Foram repassadas orientações de como retirar os resíduos, cuidados para evitar ferimentos ou contato com animais peçonhentos, bem como explicado o processo de tratamento da água utilizada na agroindústria”, complementou a assistente social do FACH II, Elizane Caresia.

O operador de máquinas e voluntário há três anos, Edson Dias de Arruda, destacou que a ação ajudou o meio ambiente e conscientizou a comunidade, uma vez que muitas pessoas dependem da água do rio para sobreviver. O que mais chamou a atenção do voluntário foi a retirada de itens que podem ser doados ou reciclados, a exemplo de eletroeletrônicos, móveis e pneus. “A cooperativa está de parabéns por incentivar ações como esta e liberar alguns empregados de suas funções no horário de trabalho. Com isso, forma multiplicadores, que repassarão as informações para outras pessoas”, enfatizou.

A próxima atividade dos voluntários no Rio Taguaruçu contemplará limpeza até o riacho, com orientação para a comunidade próxima.

Tags
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close