Meio Ambiente

Como Plantar Salsinha Com Simples Passo a Passo

A Salsa (Petroselinum sativum) é originária da Europa. É uma erva aromática muito utilizada na cozinha e embora seja fácil de encontrar em lojas e supermercados, nada melhor do que cultivá-la e tê-la sempre em casa. Suas folhas são bipartidas ou crespas, mas sempre muito aromáticas. É bastante popular no Brasil e entra na composição de inúmeras receitas salgadas, como carnes, sopas, bolos e saladas.

Seu cultivo é muito simples, bastando apenas semear em um pequeno vaso com 20 cm de altura e deixar junto a uma janela iluminada. A Salsa, é uma planta que precisa de um clima, no mínimo, temperado ameno, pois não resiste a geadas. Gosta de muita exposição solar e de água com moderação. Gosta de solos com textura areno-argilosa, rico em matéria orgânica, bem drenados e ligeiramente ácidos, com pH 5,5-6,7.

A salsa precisa de quatro horas de sol por dia, pelo menos, e você deve deixar a terra sempre úmida, fazendo regas diárias. Para colher, é só cortar o galho inteiro, deixando um dedo do solo. Não corte somente as folhas.

Como plantar Salsinha

  1. Colocar as semente em água, durante 24 horas.
  2. Colocá-las sobre um pano, bem espalhadas, e deixar secar por aproximadamente 1 hora.
  3. Procure um local com muita luz, onde o sol bata de 4 a 6 horas por dia.
  4. Encha um pote ou um vaso com terra especial para plantar e introduza as sementes de salsa. Qualquer época do ano serve para plantar salsa, embora se deva evitar os dias de calor e frio excessivo.
  5. A germinação da salsa é muito lenta, por isso não estranhe caso as pequenas plantinhas de salsa demorarem a aparecer.
  6. Regue o vaso de salsa com frequência, mas preste atenção para não regar demais, evitando a criação de fungos. Por isso é conveniente a rega com frequência, mas em poucas quantidades.
  7. Para obter um ramo compacto e suave não se deve deixar nascer as flores. Você pode preparar outro vaso com terra e quando as primeiras florescerem, deixe cair as sementes das flores sobre a terra e assim terá salsa para o ano seguinte, no segundo vaso.
  8. Para colher a salsa, é recomendável cortar os talos pela manha antes de a planta começar a sentir os efeitos do calor.

A sementeira está concluída e agora é só esperar para a ver crescer, viçosa e verdejante.

Por Silvana Teixeira

Fontes: Hortamiga, nplantas, Portal do Jardim, Globo Rural, Globo Rural, Jardinaria, O Meu Jardim, Site Unimed, Frutas no Brasil, Saberes do Jardim, Vovó que ensinou, Horta em Casa, Como Fazer Tudo, Portal São Francisco

Fonte: cpt.com.br

Tags
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close