Meio Ambiente

Secretário-geral da Fifa está envolvido em transferência que levou a indiciamento, diz fonte

Promotores dos Estados Unidos acreditam que o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, esteve envolvido em transações bancárias de 10 milhões de dólares que são o centro das investigações de pagamento de propina envolvendo a entidade máxima do futebol mundial, disse uma fonte com conhecimento da questão nesta segunda-feira.

O secretário-geral da Fifa Jérôme Valcke participa de evento em Belfast. 28/2/2015.  REUTERS/Cathal McNaughton

Valcke é descrito na denúncia feita ao tribunal federal do Brooklyn, em Nova York, como uma “autoridade de alto escalão da Fifa” não identificada que, em 2008, transferiu esta soma a outra autoridade da Fifa, Jack Warner.

(Reportagem de Nate Raymond)

 

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.