Meio Ambiente

ESCOLAS PÚBLICAS DO RJ TIRAM ALIMENTOS PROCESSADOS DA MERENDA E SUBSTITUEM POR ORGÂNICOS

Saem as salsichas, batatas fritas e refrigerantes e entram as frutas, verduras e legumes (orgânicos!). É assim desde 2015 nas escolas públicas municipais de cinco cidades do Rio de Janeiro: Três Rios, Paraíba do Sul, Itaperuna, Pinheiral e Trajano de Moraes.

A medida faz parte do programa Alimentação Saudável Escola, que visa substituir os alimentos processados e embutidos colocados na merenda escolare ricos em gordura, sal e açúcar– por opções mais saudáveis.

Para dar certo, o programa – que é patrocinado pela Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) – contou com a parceria das prefeituras, que se comprometeram a priorizar agricultores familiares nas compras dos alimentos usados na merenda.

Por lá, eles prometeram e cumpriram: em um ano, a porcentagem de produtores locais que fornecem comida para as escolas subiu de 56,9% para 76,8%. E mais: os colégios ganharam hortas, cuidadas pelos próprios alunos e professores, e as merendeiras receberam curso de capacitação sobre nutrição, certificado pelo Ministério da Educação.

O programa tem apresentado resultados tão positivos que deve ser ampliado para outras cidades do Rio de Janeiro. Alô, governo federal! É ou não é uma excelente política pública para replicar em todo o Brasil?

Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Três Rios

The Greenest Post 

Tags
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close