Meio Ambiente

Descoberta árvore de 3 mil anos no nordeste da China

Avaliar postagem!

Um raro teixo chinês, que se acredita ter cerca de 3 mil anos, foi encontrado na Província de Jilin, no nordeste da China, anunciaram no domingo autoridades locais.
A árvore viva localiza-se na Floresta Huanggou, com uma altura de mais de 40 metros e um diâmetro de 1,68 metro, disse Yang Yongsheng, chefe da administração florestal.
A árvore estava entre os mais de 30 teixos chineses descobertos no início da semana passada nessa floresta. É o mais antigo e o melhor preservado teixo chinês em Jilin, de acordo com o departamento provincial de recursos florestais.
Chamado de “fóssil vivo” do mundo vegetal, o teixo chinês já existe há 2,5 milhões de anos. Como muitas das árvores foram cortadas para extrair taxol, usado para tratar cânceres, a espécie está agora sob a proteção nacional da primeira classe para plantas em perigo de extinção.

Leia agora  Comissão aprova isenção do Imposto Territorial Rural para áreas produtivas

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.