Meio Ambiente

Aurora e FALB recebem títulos de Empresas Cidadãs da ADVB/SC

Avaliar postagem!

A Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing de Santa Catarina (ADVB/SC) reconhece anualmente as empresas catarinenses que fazem da responsabilidade social o seu melhor exemplo, produto e resultado. Dividido nas categorias de preservação ambiental, participação comunitária e desenvolvimento cultural, o título de Empresa Cidadã é entregue para as instituições que se destacam em cada uma dessas áreas. O programa Desenvolvimento – Empreendedores Rurais e Cooperativistas da Cooperativa Central Aurora Alimentos e o programa Roda de Leitura da Fundação Aury Luiz Bodanese foram premiadas nas categorias participação comunitária e desenvolvimento cultural, respectivamente.

O prêmio foi entregue na última semana no Parque Ambiental da Tractebel, em Capivari de Baixo, no sul do Estado. A presidente da Fundação, Isabel Cristina Machado, a diretora social, Sonara Ramos e o gerente comercial da unidade de vendas Santa Catarina, Marcos Cortina, receberam a homenagem em nome das instituições. A premiação ocorre há 18 anos, é o reconhecimento das iniciativas das empresas que trabalham voltadas para um modelo sustentável de desenvolvimento e prova que é possível alcançar resultados com responsabilidade social, além de inspirar e incentivar outras pessoas.

“Esse prêmio é o reconhecimento de um trabalho feito por muitas mãos. O sucesso dos dois projetos é fruto da dedicação e do amor de muitos colaboradores, associados, cooperativas filiadas, voluntários e também da comunidade externa que são os responsáveis da existência dessas iniciativas”, destacou Isabel.

Para o presidente da Aurora, Mário Lanznaster, a expansão das propriedades rurais e a qualificação do produtor tem se tornado exigências mínimas no mercado consumidor, cabendo às cooperativas e empresas do segmento oferecer subsídios aos empresários rurais que fornecem a matéria prima para a industrialização e comercialização dos produtos. “Toda essa conquista é graças a um trabalho que vem sendo edificado por uma grande equipe de pessoas. A Cooperativa Central Aurora Alimentos é formada por mais de 70 mil famílias associadas às 13 cooperativas que confiam e acreditam no homem do campo. Nosso compromisso é respeitá-los e dar espaço para o seu desenvolvimento. É com este pensamento que a Aurora Alimentos, junto aos seus demais parceiros, atua com o projeto Desenvolvimento dos Empreendedores Rurais Cooperativistas”, ressaltou.

Leia agora  Rio 2016 expõe ações em prol do meio-ambiente e quer virar modelo para futuros Jogos Olímpicos

Lanznaster comentou que esse programa mudou a cara do campo. “O simples produtor transformou-se em empresário rural. Foi valorizado e agora a família toda faz parte do processo produtivo da propriedade, tomando decisões, planejando e executando suas atividades. Confiamos neste projeto porque acreditamos no potencial das pessoas. Para termos resultados é preciso não só investir, mas motivar, capacitar e dar o exemplo. O reflexo disso veio com essa premiação que nos enche de orgulho e satisfação”, finalizou.

RODA DE LEITURA

Desde 2008 a Fundação Aury Luiz Bodanese e a Aurora Alimentos, desenvolvem o programa Roda de Leitura e Contação de História a fim de beneficiar colaboradores e a comunidade. A iniciativa tem como objetivo proporcionar momentos de descontração e socialização, contribuindo para o desenvolvimento da linguagem oral e escrita dos ouvintes, por meio da leitura e da contação de histórias.

As ações são desenvolvidas em escolas municipais, estaduais e particulares. Também são proporcionadas oficinas e capacitações de arte de contar história, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop/SC), e participação em eventos e atividades nas comunidades e instituições.

“O ato de ouvir e contar histórias tem uma magia contagiante, além de incentivar a leitura.” – destaca Eva L. Trierveiler Pedagoga que está à frente do Programa. No ano de 2015, as atividades foram realizadas em 22 municípios de Santa Catarina: Chapecó, São Carlos, Quilombo, Cunha Porã, Concórdia, Palmitos, Águas de Chapecó, Joaçaba, Maravilha, Abelardo Luz, Coronel Freitas, Romelândia, Ipumirim, São Miguel do Oeste, Saudades, Sul Brasil, Seara, Vargeão, Vargem Bonita, Guatambu, Ouro e Planalto Alegre. No Rio Grande do Sul foram cinco municípios: Alpestre, Aratiba, Erechim, Mariano Moro e Planalto. No Mato Grosso do Sul no município de São Gabriel do Oeste.

Leia agora  Apple aumentará investimento na China

DESENVOLVIMENTO DOS EMPREENDEDORES RURAIS COOPERATIVISTAS

Mais do que um simples projeto de acompanhamento e auxilio técnico, o projeto Desenvolvimento dos Empreendedores Rurais Cooperativistas visa o desenvolvimento pessoal de cada participante, trabalha com o empresário rural as oportunidades de sua propriedade, otimizando e aperfeiçoando as atividades da empresa, levando qualidade e profissionalização ao campo.

Mudança de comportamento, evolução, crescimento e qualidade de vida são os princípios básicos proporcionados pelo projeto que transformou os produtores em empresários rurais. As propriedades são vistas como um empreendimento e muitas são exemplos de produção e crescimento. A autoestima das famílias melhorou, o êxodo rural diminuiu e as oportunidades são perceptíveis.

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.