Meio Ambiente

Flash mob pelo clima acontece nesta quinta-feira na Cidade Olímpica

No dia 18 de agosto, um flash mob pelo clima vai agitar a Cidade Olímpica. O evento está sendo convocado pelas redes sociais – https://www.facebook.com/events/1564086993617616/ – e promete agitar a Praça Mauá, no centro do Rio.A preparação acontecerá a partir de 9h com ensaios de 15 em 15 minutos.

A iniciativa integra a campanha “1,5C: o recorde que não devemos quebrar”, que já conseguiu engajar atletas do mundo todo na luta para que o aquecimento global não ultrapasse um limite seguro. A manifestação terá direito a samba enredo trazendo as mensagens  “De cabeça, corpo e alma estamos juntos pra somar” e “Governo, empresa eu vou cobrar, pra transformar, e o planeta preservar”.

A campanha pelo clima que teve início no dia 29 de julho com a veiculação de um filme de 30 segundos pela Rede Globo, que faz alusão à união entre todas as nações que é necessária para atingir o objetivo de controlar o aquecimento global, bem como ao impacto que frações de um grau de aumento da temperatura podem ter sobre pessoas de todo o mundo.

Atletas, com base em sua própria experiência, têm grande legitimidade para fazer este alerta durante o maior evento esportivo do planeta.  Por isso, eles são as estrelas das demais peças da campanha “1,5oC: o recorde que não devemos quebrar”, que ficarão disponíveis em português e inglês no site do Observatório do Clima – http://www.oc.eco.br/umpontocinco/ – para favorecer o engajamento das pessoas.   Diversos participantes da Olimpíada aderirão à campanha ao longo da realização dos jogos no Rio.  Nas redes sociais, os usuários poderão customizar a foto dos próprios perfis com mensagens da campanha.

“Os dez últimos recordes de temperatura ocorreram neste século. O ano passado foi o mais quente desde o início dos registros e tudo indica que em 2016 teremos um novo recorde. Se continuarmos nesse ritmo, enfrentaremos problemas cada vez mais graves de abastecimento de água e produção de alimentos, além da maior disseminação de doenças provocadas por mosquitos, como a zika”, explica Carlos Rittl, secretário-executivo do Observatório do Clima – um dos organizadores da campanha, que surgiu a partir de uma ação em rede envolvendo o Fórum das Nações Vulneráveis, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), o OC e o Instituto Clima e Sociedade (iCS).  A veiculação do filme pela Rede Globo é uma parceria com a área de responsabilidade social no âmbito da plataforma Menos é Mais, de mobilização social sobre sustentabilidade e consumo consciente.
Vídeo da campanha: https://www.youtube.com/watch?v=ByOcI9kSY4I

 

Tags
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker