Meio Ambiente

Agricultura 4.0: a agricultura conectada

A tecnologia de informação é um caminho sem volta no mundo rural, que já vivencia a chamada “Agricultura 4.0”, baseada na produção digital. A afirmação é da chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária, Silvia Massruhá, no painel “Agricultura digital: da biotecnologia ao big data, a agricultura moderna e globalizada”, durante o 4º Foro de Agricultura da América do Sul/Agrooutlook, na sexta-feira, 26/08.

“Nosso desafio é como integrar todas estas tecnologias para continuarmos a ser protagonistas da produção e exportação agropecuária”, pondera a pesquisadora. “A TI é mola propulsora e integradora dentro e fora da cadeia produtiva”, completa, citando exemplos como melhoramento genético e bioinformática, na pré-produção; agricultura de precisão e equipamentos diversos na produção; melhorias na logística e transporte na pós-produção. Todas estas tecnologias e inovações estarão cada vez mais conectadas, auxiliando na tomada de decisão e gestão rural.

O número de usuários que acessam a internet móvel na zona rural passou de 4% para 24% entre 2008 e 2014. No entanto, das 180 startups cadastradas no Brasil, somente 23 são ligadas de alguma forma ao agronegócio. “Temos aí um amplo espaço para ocupar, para uma integração cada vez maior entre o mundo físico e o virtual a serviço do mundo agrícola”, afirmou. Por outro lado, “o modo de fazer ciência também é impactado pela transformação digital. A ampliação da capacidade de antecipar e planejar, mais que simplesmente reagir, é estratégica no mundo atual”, ponderou Silvia.

A pesquisadora ressaltou que as redes de relacionamento e cooperação têm papel fundamental na agricultura moderna e globalizada. “Além da ciência e da inovação, teremos algo disruptivo: novos arranjos, tudo cada vez mais integrado, novas formas de atuação das esferas pública e privada em um novo modelo de relacionamento”, explicou. Neste sentido, a Embrapa tem buscado inovar com a proposição de criação da Embrapatec, uma subsidiária da empresa voltada para a negociação e a comercialização das tecnologias, dos produtos e dos serviços desenvolvidos pela Embrapa, com atuação em três frentes: exploração comercial dos ativos de propriedade intelectual da Embrapa; estímulo ao empreendedorismo e à criação de novas empresas de base tecnológica; e parcerias, inovação aberta e transferência de tecnologia.

O evento
O 4º Foro de Agricultura da América do Sul/Agrooutlook aconteceu em Curitiba/PR, dias 25 e 26/08, e reuniu mais de 500 participantes e 30 palestrantes. O evento discutiu questões como produção, mercado, logística, grãos, carnes, bioenergia e agricultura digital.
Katia Pichelli (MTb 3594/PR)
Embrapa Florestas
florestas.imprensa@embrapa.br
Telefone: (41) 3675-5638
Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Tags
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker