Economia

“Declare Certo” esclarece dúvidas sobre Imposto de Renda

Profissionais de contabilidade estarão, das 8 às 12 horas, na avenida Getúlio Vargas, em frente à Havan, em Chapecó, para orientar sobre a declaração do IRPF

Avaliar postagem!

Esclarecer dúvidas, conhecer as mudanças na legislação e obter informações da declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2018 é o que o contribuinte vai encontrar neste sábado (7), na avenida Getúlio Vargas, em frente à Havan, em Chapecó, das 8 às 12 horas, durante a campanha “Declare Certo”.

A iniciativa é do Sindicato dos Contabilistas de Chapecó (Sindicont), Sindicato das Empresas de Serviços Contáveis, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de Santa Catarina (Sescon/SC) e Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó).

            Com prazo de entrega até 30 de abril, o IR é uma das mais sérias contas a serem feitas no ano fiscal. Uma das fontes de problemas com a Receita Federal trata-se de pessoas que não dão a devida importância ao cálculo e declaram o imposto de maneira incorreta. Por isso, no sábado (7), uma tenda será montada no centro da cidade e contabilistas e professores da Unochapecó, de forma voluntária, oferecerão o serviço de orientação gratuitamente. Além disso, também será feita panfletagem com material informativo.

Segundo a presidente do Sindicont, Sônia Innocente Disner, pela complexidade de algumas declarações, a sugestão é que o contribuinte busque auxílio de um profissional da contabilidade. Caso isso não seja possível, é de fundamental importância que todas as informações prestadas estejam de acordo com o previsto na legislação e condizente com a realidade. “A orientação profissional é essencial para que tudo seja feito conforme a lei exige e evita que muitas pessoas tenham que pagar multas por deixarem de prestar informações de forma correta”, alerta.

A maior dificuldade dos contribuintes, de acordo com Sônia, está em entender quais rendimentos devem declarar. “Deve-se estar com toda documentação em ordem das operações realizadas durante o ano, como compra e venda de bens, comprovantes de rendimentos das fontes pagadoras e documentos de pagamentos realizados com o CPF/CNPJ, em especial aqueles emitidos pelos profissionais liberais”, indica.

O contador conhece os procedimentos legais necessários para o correto preenchimento da declaração. “O Declare Certo tem se consolidado como uma forma de compartilhar esse conhecimento e demonstrar responsabilidade e compromisso social da classe contábil”, finaliza Sônia.

Tags
Ler matéria completa

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close