Festival LivMundi de sustentabilidade terá sua segunda edição em junho

2

O LivMundi, festival que trata de vida sustentável em suas mais diferentes abordagens, chega à sua segunda edição nos dias 09 e 10 de junho, em meio à Semana do Meio Ambiente. A primeira edição, que aconteceu em 2016 no Jardim Botânico e Gávea, atraiu cerca de dez mil pessoas. Este ano o evento conta com o apoio do Parque Nacional da Tijuca e da Associação Amigos do Parque, que abriu as portas do Parque Lage para receber o Festival, que dará atenção especial à área, reforçando sua importância para a cidade.

O LivMundi nasceu da vontade de buscar novos caminhos de desenvolvimento sustentável, e estimular o cidadão carioca a participar de projetos transformadores em sua comunidade.

“O Festival é construído com muito carinho, com o intuito de promover a transformação da consciência individual, aspirando a transformação do nosso entorno. As atividades do LivMundi são todas gratuitas, para que todos possam participar. Acredito que essa consciência sustentável e cidadã é o caminho para a nossa mobilização e transformação social”, explica Luciane Coutinho, idealizadora do projeto.

O evento abordará a sustentabilidade através de um formato multidisciplinar que contempla debates, oficinas, sessões de cinema, feira e outras atrações. Todas as atividades são gratuitas. Para participar, basta se inscrever previamente no site do Festival (www.livmundi.com).

O Ciclo de Debates, que contará mais uma vez com a mediação do professor da PUC-RIO e apresentador do programa Sobre Rochas, Marcelo Motta, e pela consultora Ana Lavaquial, vai permear discussões sobre temas humanos, sociais e ambientais. O intuito é que cada indivíduo saia inspirado a fazer algo em relação aos seus semelhantes, ao seu habitat e, principalmente, em relação a um espaço que é compartilhado. “Vamos mostrar como pessoas corajosas e inconformadas estão realizando, trazendo esperança e fazendo a diferença”, afirma Luciane.

Se em 2016 o LivMundi se propôs a discutir o papel do indivíduo na sustentabilidade, nesta edição o olhar para o indivíduo se torna mais abrangente. O objetivo é entender seu papel como cidadão, a relação com seus semelhantes, seu habitat, seus espaços, direitos e deveres. Serão sete mesas abordando diferentes segmentos, com os seguintes temas: os desafios do Rio de Janeiro, urbanismo, mobilização, cidadania, integração da cidade, educação e inovação social. Os debates contam com a participação de nomes como o urbanista Washington Fajardo, o co-fundador do Projeto RUAS, Murillo Sabino e Marcia Hirota, da SOS Mata Atlântica.

No entorno do palacete do Parque Lage haverá mais uma vez o encontro dos principais líderes da cidade na produção orgânica e local – a Junta Local e o Circuito de Feiras Orgânicas. Além disso, com a curadoria de Vanessa Wagner da Zóia, o evento contará com uma feira de moda ética e design.

Haverá também diversas atividades para as crianças, como a Feira de Troca de Brinquedos do Instituto Alana, a Oficina de Estruturas em Bambu, além da oficina de reciclagem de papel com a Schöpf Papier e do mutirão de manejo florestal, onde as crianças terão a oportunidade de aprender a plantar em plena floresta.

Outro destaque da agenda do LivMundi é a programação de aulas gratuitas na Oca do Parque Lage, com yoga e meditação. Serão oferecidos, ainda, encontros para discutir formas de promover melhorias para a cidade, com metodologias lúdicas como Lego Serious Play, além de rodas de conversa, como Design Sustentável, roda oferecida pela designer Clarissa Biolchini.

“Nossa ideia é fazer com que as pessoas entendam que podemos viver melhor, individualmente e em comunidade, com os recursos que já existem. E criar um espaço para que sejam apresentadas novas ideias e alternativas para uma sociedade mais sustentável”, explica Luciane.

Outra novidade dessa edição são as atividades externas na Floresta da Tijuca. Entre elas, destaque para o mutirão limpeza do Costão do Corcovado, realizado por alpinistas, e trilhas partindo do Parque para o Corcovado e Paineiras.

“Nossa cidade guarda uma floresta exuberante e diversa, cheia de história e de cultura. Isso nos coloca na linha de frente das cidades sustentáveis, resilientes e provedoras de qualidade de vida. Apoiar um festival que trata da sustentabilidade no cotidiano de cada um tem tudo a ver com a missão da Amigos do Parque, e estamos muito contentes por fazer parte da equipe que irá transformar o Parque Nacional da Tijuca no espaço exclusivo de realização do LivMundi”, afirma Roberto Nascimento, diretor executivo da Associação Amigos do Parque.

O sucesso da primeira edição rendeu três premiações ao Festival, sendo uma delas internacional – o Prêmio Lusófonos, na categoria Responsabilidade Social. O LivMundi conta com o patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Municipal de Cultura e da Escola Parque e Rede Globo, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, e apoio do Parque Nacional da Tijuca e da Associação Amigos do Parque.

LivMundi – Festival de Vida Sustentável – 2ª Edição
Dias 09 e 10 de junho
Local: Parque Lage – R. Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico, Rio de Janeiro
Programação completa e inscrições: www.livmundi.com

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta