Destaques

Costa Rica pode ser o primeiro país descarbonizado do mundo

O novo presidente da Costa Rica está determinado a acabar com os combustíveis fósseis em todo o país e foi exatamente isso que ele disse em sua posse. Certamente, é um passo muito importante para o futuro sustentável do país que está tomando uma decisão pioneira visando à qualidade de vida e principalmente as gerações futuras.

A Costa Rica pode se tornar o primeiro país do mundo a banir, de vez, o uso de combustíveis fósseis e se tornar um exemplo a ser seguidos por outros presidenciáveis que tem como objetivo garantir assegurar uma qualidade de vida melhor para as próximas gerações.

Durante a sua posse o presidente, Carlos Alvarado, discursou sobre a importância que chamou de “tarefa titânica para abolir o uso de combustíveis fósseis em nossa economia” para assim garantir uma nova abertura para o uso de tecnologias e energias renováveis.

No percurso, até o local onde seria realizada a cerimônia de posse, Alvarado, de 38 anos, teve a oportunidade de dirigir um ônibus movido a hidrogênio e aproveitou para falar sobre a importância de acabar com os combustíveis fósseis no país o mais rápido possível.

Alvarado disse: “A descarbonização é a grande tarefa de nossa geração e a Costa Rica deve ser um dos primeiros países do mundo a realizá-la”.

O objetivo do presidente é dar início ao projeto e impedir o uso de combustíveis fósseis já em 2021 que marca o 200º ano da independência do país.

O país gera mais de 99% de sua eletricidade por meio de fontes renováveis. Mas especialistas dizem que chegar rapidamente a zero transporte de carbono pode ser complicado. Oscar Echeverría, presidente da Associação de Importadores de Veículos e Máquinas, disse que: “Se não houver infraestrutura anterior, competência, preços acessíveis e gerenciamento de resíduos, estaríamos levando este processo ao fracasso. Precisamos ter cuidado”.

O pesquisador de energia da Universidade da Califórnia em Berkeley, José Daniel Lara, disse que pode ser irreal cortar completamente os combustíveis fósseis em poucos anos, mas o plano pode abrir caminho para ações mais rápidas, dizendo: “Uma proposta como esta deve ser vista por seu valor retórico e não por sua precisão técnica”.

Tags
Ler matéria completa

Guiga Liberato

Meu nome é Guiga Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: [email protected]

Artigos relacionados

1 thought on “Costa Rica pode ser o primeiro país descarbonizado do mundo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close