Ansiedade: Tudo Sobre o Mal do Século XXI

0

Por muito tempo, a ansiedade foi uma forma utilizada para descrever a expectativa e o nervosismo dos indivíduos diante de certas situações. Entretanto, a entrada do século XXI mudou a forma com que essa sensação é vista, tornando-se algo muito mais grave e preocupante. Chamada por muitos de “mal do século”, a ansiedade chega a níveis tão graves que toma conta da vida de algumas pessoas.

Esse cenário virou uma realidade ainda maior com a chegada do século XXI. A sociedade vive em uma rotina cada vez mais intensa, e a necessidade de ser “o melhor” tem assombrado toda uma geração. A vida moderna resulta em uma necessidade de ser bem-sucedido em tudo o que fazemos. Carreira, família, vida amorosa, estudos, vida social, etc.

Hoje, os jovens já crescem com ansiedade, com a necessidade de construir uma vida inteira antes dos 30 anos. Inclusive, muitos estudos apontam que essa busca infinita por ser melhor pode ser uma das maiores causas da ansiedade ser considerada o mal do século.

Afinal, o que é a ansiedade?

Ansiedade
Ansiedade

A ansiedade é uma característica biológica do ser humano. Ela é principalmente ativada em frente a situações de nervosismo ou perigo. Quantas vezes você se sentiu ansioso antes de uma prova? Em uma entrevista de emprego? Ao esperar o resultado de alguma coisa? Essas situações são normais. Entretanto, a ansiedade excessiva pode se tornar uma doença. Por isso, é necessário estar atento aos sintomas e sobre como tratá-los.

Separamos aqui alguns sintomas comuns em pessoas com transtorno de ansiedade:

Insônia

É comum perder o sono com a proximidade de situações muito importantes ou aterrorizantes. Entretanto, a ansiedade excessiva pode transformar a insônia em algo corriqueiro. Essa insônia constante, muitas vezes durando dias ou semanas, é um indicativo de que é necessária a busca por um profissional qualificado e de um possível tratamento.

Falta ou excesso de apetite

Quando uma pessoa sofre de ansiedade, a chance de ela descontar essa situação na comida é muito grande. Isso pode ir para os dois lados: o excesso de comida ou a falta dela. Algumas pessoas com ansiedade sentem uma compulsão por comer, chegando a pontos extremos de acordar de madrugada para comer. Outras, sofrendo do mesmo mal, mas com um efeito inverso, esquecem até mesmo de realizar as refeições principais do dia.

Dores

Elas podem surgir de todos os lados. Algumas pessoas sentem dores musculares devido à tensão causada pela ansiedade. Outras, fortes dores de estômago ou até mesmo gastrite. A ansiedade também pode causar dor de cabeça, atrapalhando a rotina de milhões de pessoas ao redor do mundo. O importante é lembrar que qualquer dor constante deve ser apresentada a um médico.

Medo em excesso

Todas as pessoas têm medo, isso é um fato. Entretanto, alguns medos são perfeitamente comuns, enquanto outros, mostram que algo está errado. Medo de sofrer um acidente, perder um ente querido ou rodar em uma prova fazem parte da vida. Já medos constantes, como medo do fracasso, de ficar sozinho, de não ser aceito pelas pessoas, entre outros, mostram que é necessário um apoio psicológico.

Dificuldade de concentração

Esse também é um sintoma que deixa claro o problema de ansiedade. Pessoas ansiosas têm enorme dificuldade em prestar atenção ou até mesmo no simples ato de ‘ficar quieto’. Essas pessoas apresentam uma angústia constante e uma inquietação incontrolável.

Ansiedade tem tratamento?

Ansiedade tem tratamento
Ansiedade tem tratamento

Sim. Como qualquer distúrbio, a ansiedade possui formas de ser controlada e tratada. Entretanto, o diagnóstico da existência de um distúrbio de ansiedade e do seu nível, só pode ser feito por um psicólogo, psiquiatra ou outro profissional qualificado. A partir desse diagnóstico, um tratamento psicológico pode ser uma forma de amenizar o problema e melhorar a rotina de uma pessoa.

Entretanto, casos mais graves podem resultar no uso de medicamentos ou algum outro método. É importante lembrar que nenhum medicamento deve ser consumido sem a aprovação de um profissional qualificado.

Ainda, algumas mudanças na sua rotina podem melhorar muito o nível da sua ansiedade. A prática de exercícios físicos é uma das principais saídas para pessoas que sofrem desse mal. Eles são uma forma de liberar a tensão acumulada e esvaziar a cabeça. Ainda, suco de maracujá, chá de camomila, entre outros alimentos, são aliados de quem tem ansiedade. Para finalizar, inclua nos seus dias atividades que o deixem mais calmo.

Dicas para aliviar a ansiedade

Desde a invenção da imprensa no século XV até os dias atuais obtemos uma grande evolução no meio de comunicação. No mundo líquido – expressão referente ao mundo pós-moderno -, Zygmund Bauman diz “eu me torno a referência das coisas e passo a considerar a vaidade uma virtude”. Referente a isso – e com influência da globalização – passamos a ouvir cada vez menos os outros e a falar cada vez mais do ‘eu’.

Na globalização de hoje, tudo muda o tempo todo. É possível saber o que aconteceu no mundo oriental em um minuto e no outro saber das consequências para o mundo ocidental. A velocidade com que as coisas mudam impactam o desenvolvimento do ser humano, tornando-as ansiosas.

Segundo Augusto Cury, médico psquiatra, professor e escritor de diversos livros como “Ansiedade, como enfrentar o mal do século”, o pensamento crítico é essencial, porém pensar muito e sem gerenciamento é uma bomba para a saúde psíquica.

Em seu livro, citado acima, Augusto Cury proporciona 11 conselhos para pessoas ansiosas:

  1.  Faça atividades físicas;
  2.  Mantenha seu senso de competição saudável;
  3.  Aprenda a Duvidar, Criticar, Determine;
  4.  Use a tecnologia conscientemente;
  5. Documente suas preocupações no papel;
  6. Medite;
  7.  Leia diariamente;
  8.  Evite pensamentos negativos;
  9.  Esteja aberto para perdoar;
  10.  Entenda que problemas são uma constante;
  11.  Seja consciente sobre a quantidade de informações que você absorve.

Referências Bibliográficas:

11 conselhos de Augusto Cury para as pessoas que sofrem de ansiedade:

Ansiedade causa compulsão alimentar e te faz engordar

11 conselhos de Augusto Cury para as pessoas que sofrem de ansiedade:

7 dicas para enfrentar a insônia produzida pela ansiedade

 

 

Deixe uma resposta