PERÓ TERÁ MUTIRÃO DE LIMPEZA NO SÁBADO

Um mutirão em defesa do meio ambiente. Neste sábado, dia 15, centenas de voluntários vão se unir e fizer uma limpeza na areia e nas duas da Praia do Peró, em Cabo Frio. Será uma manhã dedicada à coleta do lixo e micro lixo deixador por banhistas ou trazidos pela maeré e que não vêm sendo recolhidos pela prefeitura, que enfrenta grave crise financeira. A ação também é em apoio ao projeto piloto para a certificação Bandeira Azul para a Praia do Peró.

Os voluntários vão se concentrar às 9h na praia, em frente à placa do Projeto Bandeira Azul, ao lado do Hotel Âncora. Os moradores e veranistas também haverá um ato em defesa da abertura de um Posto da PM (DPO) na cabine construída pela prefeitura e abandonada há quatro anos na Praça do Moinho.

O comandante do 25º BPM, coronel André Henrique de Oliveira, informou, durante um debate sobre segurança realizado há pouco mais de um mês, que a ocupação do prédio pela PM (que está com as chaves do imóvel) iria começar após as eleições. Mas isso ainda não aconteceu.

— Os atos serão promovidos pela sociedade civil organizada que luta pela preservação da orla do Peró e das suas belezas naturais. Estamos pedindo aos moradores, comerciantes, quiosqueiros e veranistas que compareçam, convidem os parentes e amigos e tragam uma contribuição para o meio ambiente – convocou o ambientalista Paulo Bayer, que coordena a ação.

A praia do Peró tem cerca de sete quilômetros de extensão, mas a maior quantidade de lixo fica concentrada na zona urbana, junto aos quiosques, e próximo à Cabana do Pescador, entre Peró e Conchas. As inscrições para participar podem ser feitas pelo e-mail bandeiraazul.pero@gmail.com ou no dia e local do evento. A ação vai até 12h.

O selo de qualidade Bandeira Azul é um estímulo a mudança de comportamento individual e coletivo a fim de manter os espaços públicos limpos e ordenados para que todos possam desfrutar de forma sustentável as nossas belezas naturais. Os defensores do projeto tentaram, em vão, obter o apoio do deputado federal Marquinhos Mendes (PMDB), que venceu as eleições municipais mas aguarda decisão da justiça para confirmar a vitória. O segundo colocado, Adriano Moreno (Rede), assumiu e assinou o compromisso de apoio ao projeto.

Para conseguir a certificação, é preciso atender a mais de 30 requisitos, que incluem limpeza da praia, acessibilidade, áreas de escape, banheiros, meio ambiente preservado, ordem urbana e segurança, entre outros:

— Se não houver união para buscar a instalação do DPO na Praça do Moinho certamente o verão será pior do que no passado. A união de forças é de suma importância, concluiu Bayer.

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.