ManchetesTecnologiaVagner Liberato

Cidade chinesa utiliza cordas automatizadas para parar pedestres desordenados

As cordas param os pedestres de cruzar durante uma luz vermelha e são automaticamente elevadas para permitir que as pessoas passem com luz verde.

Avaliar postagem!

Wuhan, capital da Província de Hubei, no centro da China, se juntou a várias cidades para se focar nos pedestres desordenados.

Em um cruzamento da zona de desenvolvimento de alta tecnologia do Lago Leste de Wuhan, há uma porta gigante com duas cordas que são levantadas ou abaixadas de acordo com os semáforos.

As cordas param os pedestres de cruzar durante uma luz vermelha e são automaticamente elevadas para permitir que as pessoas passem com luz verde.

O dispositivo, nomeado “obstáculo inteligente de pedestres”, tem uma tela pequena no topo para chamar a atenção das pessoas para a luz do semáforo.

“Esse cruzamento tem grande fluxo de pessoas. Os pedestres desordenados e os veículos viram uma grande massa durante as horas de rush”, disse Liu Ping, policial de trânsito na zona.

O dispositivo foi instalado em fevereiro. “Anteriormente, a polícia ou voluntários tinham de segurar as cordas ou parar as pessoas durante as luzes vermelhas”, assinalou Liu.

“Segundo nossos cálculos, cerca de 90% das pessoas obedecem aos regulamentos. Com esse dispositivo, a taxa subiu 5%”, informou ele.

O dispositivo pretende ajudar a aumentar a consciência no trânsito até ele deixar de ser necessário, disse um funcionário do governo da cidade.

Em Jinan, capital da Província de Shandong, no leste da China, os equipamentos de reconhecimento facial em cruzamentos identificam os pedestres desordenados e os constrangem através da publicação de suas fotos em telas públicas.

As fotografias são combinadas com as imagens do banco de dados da segurança pública e multas são cobradas dos violadores.

“Desde que essa nova tecnologia foi adotada, os casos de cruzamento irregular foram reduzidos de 200 para cerca de 20 por dia nos principais cruzamentos de Jinan e na ruas de Shungeng. Menos pessoas estão cruzando a rua durante as luzes vermelhas”, informou Li Yong, da Polícia do Trânsito de Jinan, em junho.

A cidade instalou equipamentos de reconhecimento facial nos 50 cruzamentos mais importantes. Cada dispositivo custa cerca de 100 mil yuans (cerca de US$ 15 mil).

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close