Meio AmbienteSustentabilidadeÚltimas notíciasVagner Liberato

Rock In Rio se preocupa com Amazônia e se “esquece” da lagoa de Jacarepaguá

Rock In Rio faz campanha com Gisele Bündchen pela defesa da Amazônia e não diz nada sobre a lagoa de Jacarepaguá, que está totalmente poluída a poucos metros do palco do RIR.

Você sabe porque o Rock In Rio se preocupa com a Amazônia?

O Rio de Janeiro teve uma excelente oportunidade, durante os jogos olímpicos, para se livrar da poluição do sistema lagunar da da Barra e de Jacarepaguá. Mas infelizmente por falta de vontade política isso não aconteceu! Na prática, as lagoas deveriam estar limpas desde os jogos olímpicos, quando em campanha para ser eleita a Cidade sede dos jogos, a promessa foi de limpar 80% do esgoto produzido pelas pessoas que vivem no entorno do local.

Nota: É imprópria para banho, pesca e prática de esportes náuticos devido à poluição. O monitoramento sistemático de qualidade de água do complexo lagunar de Jacarepaguá é realizado mensalmente em oito estações de amostragem, sendo dois pontos de coleta na lagoa de Jacarepaguá, três na lagoa de Marapendi, um na lagoa do Camorim e dois na lagoa da Tijuca. São analisados os principais indicadores físicos e químicos de qualidade de água, bem como a comunidade fitoplanctônica quanto à sua composição quantitativa e qualitativa. De acordo com esses resultados, são também realizados testes semiquantitativos para detecção de toxinas de cianobactérias (Microcystis aeruginosa) na água, e feitas análises em sedimentos. Ressalta-se que o monitoramento realizado no complexo lagunar pode ser intensificado em função de ocorrências eventuais que alterem a qualidade de suas águas, em especial durante o verão. (Fonte: wikipedia)

Leia também: A lagoa de Jacarepaguá é o quintal do Rock In Rio, mas com cianobactérias

“A lagoa de Jacarepaguá é uma lagoa situada no bairro da Barra da Tijuca, na zona Oeste do município do Rio de Janeiro, no Brasil”. (Fonte: wikipedia)

Para os moradores do Rio de Janeiro, principalmente para quem mora próximo as lagoas, a promessa de limpeza, na época, foi vista com desconfiança por se tratar de um problema que se arrastar durante anos e nunca houve a intenção real de fazer a coisa acontecer.

O resultado disso é que depois dos Jogos Olímpicos nada mudou para quem mora as margens das lagoas. Os moradores, inclusive, tem que conviver com o mal cheiro em dias quentes, principalmente no verão.

O biólogo Mário Moscatelli, que é um defensor incansável na luta pela limpeza da lagoa, disse em uma entrevista para o O GLOBO, que o problema da lagoa não é mais uma questão ambiental, agora tornou-se também uma questão de saúde pública.

Você acha que o Rock In Rio poderia fazer mais pela lagoa de Jacarepaguá?

O inacreditável desta história, é que a distância entre o Rio de Janeiro e a Amazônia são nada menos que 3.264 km, porque levantar uma bandeira sobre a Amazônia que está fisicamente tão longe e “esquecer” dos problemas ambientais que estão localizados a metros de distância do local do evento? Será uma questão de puro marketing como vemos em muitos casos?

Na sua opinião o que da mais audiência: Falar da Amazônia ou falar da poluição da lagoa de Jacarepaguá?

A questão sobre à preservação do meio ambiente tem sido uma constante preocupação desde os primórdio e até os tempos atuais não aprendemos como saber usar e preservar para as próximas gerações. Uma coisa temos certeza, algumas belezas naturais estão deixando de existir e nós, seres humanos somos os culpados.

Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações. (Fonte: Constituição Federal)

Nota: O Jornal Sustentabilidade entrou em contato com a Equipe do Rock in Rio mas até o fechamento desta matéria não tivemos retorno.

Redação: Jornal Sustentabilidade

 

 

 

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

2 thoughts on “Rock In Rio se preocupa com Amazônia e se “esquece” da lagoa de Jacarepaguá”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close