Meio AmbienteÚltimas notícias

CO2 dos solos poderiam levar ao aumento de temperatura incontrolável

Os cientistas alertam para que o CO2 dos solos que aquecem poderiam levar ao aumento de temperatura incontrolável

Há muitos cientistas que não sabem sobre como o aquecimento global poderia afetar os sistemas naturais da Terra. Um estudo sobre o solo na Floresta Harvard de Massachusetts fornece uma nova visão. Os pesquisadores descobriram que o aquecimento dos solos está liberando mais carbono do que pensou, com o potencial de levar a um ponto de inflexão , iniciando um aumento incontrolável de temperatura.

CO2 dos solos

Os cientistas iniciaram as experiências da floresta de Harvard em 1991. Eles examinaram parcelas de solo, aquecendo alguns a cinco graus Celsius acima dos níveis normais com cabos subterrâneos. Os micróbios desempenharam um papel na maior produção de carbono.

Nos primeiros 10 anos, os cientistas viram um pico no carbono que as parcelas aquecidas liberaram, e então houve um período de sete anos quando o lançamento diminuiu – os cientistas acham que os micróbios do solo estavam se ajustando às condições mais quentes. Mas a liberação de carbono aumentou novamente. Nos últimos três anos, a liberação de carbono diminuiu lentamente, com os pesquisadores acreditando que os micróbios poderiam estar se reorganizando.

As parcelas aquecidas perderam cerca de 17% do carbono armazenado nos 60 primeiros centímetros do solo. O autor principal do estudo, Jerry Melillo, do Laboratório de Biologia Marinha em Massachusetts, disse em um comunicado: “Todos os anos, principalmente por combustíveis fósseis, liberamos cerca de 10 bilhões de toneladas métricas de carbono para a atmosfera.

Os solos do mundo contêm cerca de 3.500 bilhões toneladas de carbono. Se uma quantidade significativa disso for adicionada à atmosfera, devido à atividade microbiana em solos mais quentes, isso acelerará o processo de aquecimento global. E uma vez que este feedback auto-reforçador começa, não há maneira fácil de desligá-lo. ”

Daniel Meltcalfe da Universidade de Lund, que não fazia parte do estudo, disse que: “se as descobertas se deparam com outros ecossistemas terrestres, uma maior quantidade de carbono do solo pode ser vulnerável à decomposição do que pensávamos”.

 

Tags
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker