EntretenimentoLançamentos Netflix

Noite de Lobos Netflix: Filme abusa da metáfora para explorar a violência humana

O original Netflix Noite de Lobos tem condução irregular e uma história desperdiçada

Á primeira vista, Noite de Lobos aparenta ter todo o potencial de thriller psicológico com um mistério que prometia algumas reviravoltas. Para os espectadores da Netflix que também tiveram essa impressão a partir do material promocional do novo filme de Jeremy Saulnier, assistir a Noite de Lobos pode ser um grande balde de água fria.

A atmosfera que o filme oferece em seus primeiros vinte minutos é coerente e é capaz de envolver o espectador para um jogo onde constatamos que “nada é o que parece e nós já temos consciência disso”.

Apesar disso, a única reviravolta do filme acontece já em sua primeira meia-hora. Após os trinta primeiros minutos de tensão muito bem construídos, sobram poucas coisas realmente interessantes em Noite de Lobos.

Noite de Lobos Netflix

O filme conta a história de Medora Slone, uma mãe que está sofrendo com o luto do filho Bailey. O garoto foi supostamente assassinado pelos lobos que rondam a região onde ela mora. Seu marido, Vernon Slone, está na guerra e só volta para casa depois que é gravemente ferido com um tiro que quase custou a sua vida.

Desesperada pela morte do filho, Medora está com sede de vingança e pede a ajuda de um escritor para matar os lobos que mataram o seu filho. Nessa introdução do enredo, há uma tentativa de refletir sobre como se deve responder à violência que atinge a você ou a sua família. Porém, a reflexão não ocupa muito tempo de tela e logo se esvazia em tantas armadilhas que o roteiro apresenta.

Noite de Lobos Netflix

Uma vez apresentado o enredo, ele não demora a ser desconstruído e desvendado. Todo o mistério que, de início, sugere que irá nos prender durante as duas horas de filme é escancarado antes mesmo que a história comece a empolgar, o que não chega a acontecer em momento algum.

Ciente de que a sua reviravolta já foi lançada ao espectador bem antes do previsto, o filme segue rodando em círculos, ora querendo contar uma história de vingança, ora querendo oferecer um debate tímido sobre a violência humana. E os lobos que dão título ao filme apenas se justificam pela metáfora, pois tempo de tela é algo que eles definitivamente não tem.

Noite de Lobos Netflix

Durante mais da metade do filme, os personagens tomam decisões que não se alinham com discurso algum, não fazem sentido e nem cumprem com o que parece ter sido a intenção do roteiro: explorar diferentes pontos da selvageria humana.

Uma cena de tiroteio no meio do filme até chega a ter boas intenções, mas se perde em sua longa duração e só se torna mais uma passagem arrastada para a história que parece não ter um fio para seguir, atirando para todos os lados literalmente.

Noite de Lobos Netflix

Noite de Lobos peca até quando tenta fazer as perguntas mais óbvias para o seu público. Em certo momento do filme, o personagem que interpreta o policial com mais tempo de vida no longa diz “Essas respostas não existem”, e já se convencendo de que o filme realmente não vai entregar resposta alguma, só resta ao espectador acreditar no personagem e se deixar levar por um roteiro sem rumo definido.

E antes que os admiradores de violência gráfica tomem paixão pelo enredo, há de se alertar que nem mesmo as cenas violentas do filme possuem recursos capazes de elevar a narrativa ou fazê-la empolgar.

Noite de Lobos se divide entre as intenções de ser um suspense psicológico, uma narrativa investigativa e um filme de Serial Killer. Porém, ainda que transite entre esses três subgêneros, não há identidade suficiente que sustente a sua duração de 130 minutos. Uma boa parte do filme poderia ser cortada sem prejuízos, já que não há nada de muito relevante para contar.

O Original Netflix Noite de Lobos promete mais do que cumpre. O que parecia ser um filme com um mistério complexo e envolvente não passa de um relato discreto sobre uma metáfora que já foi utilizada por vários outros filmes dentro e fora do streaming.

Olá! Eu sou o Raigor. Sou escritor de livros infanto-juvenis desde 2014 e redator nas horas ocupadas. Autêntico canceriano e apaixonado pela escrita desde que aprendi a ler com quatro anos, escrevo sobre celebridades, séries e filmes aqui no Meio Ambiente Rio. Eu amo esse universo e se quiser entrar em contato comigo, escreva pararaigorbooks@gmail.com

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

1 thought on “Noite de Lobos Netflix: Filme abusa da metáfora para explorar a violência humana”

  1. Filme horrível, pretensioso com frases incógnitas para se fazer de difícil, mas acaba sendo difícil mesmo, pois de tão sem sentido não levam a nada. Sabe quando tu vai assistir um filme e ela não te acrescenta nada. Vou me esquecer facilmente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close