Começar um negócio é uma das experiências mais emocionantes e gratificantes que você pode ter. Mas como dar o pontapé inicial em sua empresa de projeto de instalações elétricas, por exemplo? 

Existem muitas maneiras diferentes para fazer isso, mas é essencial considerar:

  • Sua ideia de negócio, 
  • Quanto tempo você tem para colocar isso em prática e; 
  • A quantidade de dinheiro que deseja investir. 

Tenha cuidado, planejamento financeiro, jurídico e estratégico. E para te ajudar, listamos algumas dicas importantes. Quer saber mais? Então, vem com a gente.

1. Tenha foco em seus objetivos

O público muitas vezes ouve falar de sucessos da noite para o dia. No entanto, em 99,9% dos casos, foi complexo e desgastante. Eles não veem os anos de sonho, construção e posicionamento, antes de um grande lançamento ou um estouro de vendas. 

Por esse motivo, lembre-se de se concentrar em sua jornada de negócios e não compare seu sucesso com o de outra pessoa.

Os novos empresários tendem a se alimentar de sua motivação, mas se frustram quando a empolgação passa. É por isso que é essencial criar hábitos e seguir rotinas que o fortaleçam mais e mais. 

2. Refinar sua ideia de negócio

A maioria dos conselheiros de negócios fala para monetizar aquilo que você ama. Mas há dois outros elementos muito importantes: 

1- precisa ser lucrativo (não dá para trabalhar com manutenção predial, se em sua região há 10 profissionais da área);

2- Algo em que você seja bom. Por exemplo, você pode amar música, mas o quão viável é sua ideia de negócio se você não for um grande cantor ou compositor? 

Antes de qualquer coisa, faça as seguintes perguntas:

  • O que você ama fazer?
  • O que você odeia fazer?
  • Você pode pensar em algo que tornaria essas coisas mais fáceis?

Isso tudo poderá levá-lo a uma ideia para o seu negócio. Agora, se você já sabe o que quer, elas podem expandir os horizontes. Depois de ter sua ideia, avalie se é boa e se é lucrativa. Será que este sonho se transformará numa bomba centrífuga e explodirá a concorrência?

Sua ideia de negócio não precisa ser o próximo Facebook ou Spotify. Em vez disso, você pode pegar um produto existente e melhorá-lo.

3. Conheça seus concorrentes e mercado

A maioria dos empreendedores gasta mais tempo em seus produtos do que conhecendo a concorrência. Se solicitar financiamento externo, o credor ou parceiro em potencial vai querer saber: o que diferencia sua ideia de negócio dos outros? 

Se a análise de mercado indicar que seu produto ou serviço está saturado, tente pensar em uma abordagem diferente ou converse com profissionais mais experientes. 

Pegue a limpeza, por exemplo – em vez de serviços gerais, você pode se especializar em casas com animais de estimação, em limpezas de garagem ou em espaços abertos como quintais e jardins.

Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado comente e compartilhe em suas redes sociais.

Gostou dessas dicas? Se sim, compartilhe com seus familiares e amigos, e também em suas redes sociais. Receba conteúdo gratuito, diariamente, e siga-nos no Google News.