deu no poste

Deu no poste no Rio de Janeiro às 16h PTV desta terça-feira (13)

O resultado do jogo do bicho PTV de 16h desta terça-feira (13) será apresentado em nossa página oficial destinada a jogos. O sorteio será realizado na central do bicho e deve ser apresentado, nesta página, entre 16h e 17h de hoje.

A equipe do portal Meio Ambiente Rio – Jogos – está atenta aos resultados apresentados e assim que possível faremos a atualização da página juntamente com os bichos sorteados na tarde de hoje.

16h – PTV – Deu no poste

1º – 1775 – 19 – Pavão
2º – 5737 – 10 – Coelho
3º – 7640 – 10 – Coelho
4º – 7390 – 23 – Urso
5º – 7493 – 24 – Veado
6º – 0035 – 09 – Cobra
7º – 183 – 21 – Touro

LEIA TAMBÉM:  Veja o resultado do jogo do bicho das 14h30 PT - RJ

O jogo do bicho é uma bolsa ilegal de apostas em números que representam animais. Foi criado em 1892 pelo barão João Batista Viana Drummond, fundador do Jardim Zoológico do Rio de Janeiro, em Vila Isabel, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

A fase de intensa especulação financeira e jogatina na bolsa de valores nos primeiros anos da república brasileira imprimiu grave crise ao comércio. Para estimular as vendas, os comerciantes instituíram sorteios de brindes. Assim é que, querendo aumentar a frequência popular ao zoológico, o barão decidiu estipular um prêmio em dinheiro ao portador do bilhete de entrada que tivesse a figura do animal do dia, o qual era escolhido entre os 25 animais do zoológico e passava o dia inteiro encoberto com um pano.

LEIA TAMBÉM:  Resultado da federal: Sorteio de sábado do jogo do bicho deu no poste

O pano somente era retirado no final do dia, revelando o animal do dia. Posteriormente, os animais foram associados a séries numéricas da loteria e o jogo passou a ser praticado largamente fora do zoológico, a ponto de transformar a capital da república (de 1889 a 1960) na “capital do jogo do bicho”.

Atualmente, o jogo do bicho continua a ser praticado em larga escala nas ruas das principais cidades do Brasil, não obstante ser considerado uma contravenção pela legislação penal brasileira.

Tags
Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close