A instabilidade muitas vezes funciona como um catalisador para inovações importantes. Durante a Grande Depressão, por exemplo, houve a criação do nylon, da gravação de fita magnética e do primeiro helicóptero em funcionamento – grandes invenções das quais ainda se utiliza na atualidade. Para que uma empresa se prepare para o futuro e siga inovando, nesse contexto, ela necessita realizar um balanço de onde esteve, o que foi feito e para onde deseja ir. De acordo com a ServiceNow, há quatro inovações tecnológicas que estão virando tendências para os próximos anos. Veja quais são elas e porque devem ser adotadas para ajudar as empresas a se destacarem por meio da tecnologia em tempos incertos: 

  • IA de serviço com tecnologia reduzida 

De acordo com a Forbes, a inteligência artificial (IA) estará em todos os lugares em 2023. Uma aplicação que tem ganhado força são as operações de serviço alimentadas por IA. O uso da IA nessa área pode ajudar os profissionais a lidarem com as volumosas quantidades de dados e informações para simplificar os trabalhos dos trabalhadores do departamento de TI e serviços. A implementação de AIOps pode também aumentar o valor dos dados, reduzir custos, simplifcar as operações de TI e melhorar a experiência do funcionário. 

  • Hiperautomação como estratégia de negócios 

A hiperautomação combina inúmeras tecnologias, como IA, aprendizado de máquina e automação de processos robóticos (RPA) para agilizar processos e ajudar as organizações a funcionar com eficiência. A chave para a hiperautomação é a integração entre sistemas, aplicativos e dados. 

Com a expectativa de que o mercado mundial de RPA e hiperautomação cresça a uma taxa de crescimento anual composta de 23% entre agora e 2027, segundo o ResearchAndMarkets.com, adotar essa tecnologia é estratégico para qualquer organização. 

  • Gestão integrada dos riscos 

Nestes tempos incertos, a resiliência dos negócios é mais importante do que nunca. Modernizar as plataformas de TI é a melhor forma de melhorar a resiliência, de acordo com uma pesquisa da ThoughtLab e da ServiceNow. Outras etapas importantes incluem aprimorar as comunicações, fornecer treinamento de resiliência e avaliar e gerenciar riscos de privacidade. 

Uma abordagem integrada ao gerenciamento de riscos oferece uma das melhores maneiras de gerenciar vulnerabilidades, permitindo a quebra silos e liberando as equipes para trabalhar em tarefas de alto valor. 

  • Melhora da experiência do cliente  

Uma pesquisa da ServiceNow e da Qualtrics descobriu que 69% dos clientes alternam entre dois ou três canais para resolver um problema. Curiosamente, 81% dos profissionais de TI acreditam que a TI pode desempenhar um papel importante na atualização da experiência do cliente. A automação de processos pode preencher as lacunas entre sistemas em silos para criar experiências de cliente menos complexas, o que, por sua vez, pode aumentar a lealdade à empresa.