Você sabe quais os eletrodomésticos que mais consomem energia na sua casa e prejudicam a sua economia? Aqueles que consomem energia de forma ineficiente, que são usados por longos períodos ou que não passam por manutenção elétrica periódica podem representar uma grande parte da sua conta de luz. 

Neste artigo, você saberá quais são os principais culpados pelo aumento da conta de luz e aprender como a manutenção elétrica pode diminuir seus gastos na conta. 

Como funciona a cobrança da conta de luz?

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o Brasil possui um dos maiores índices de consumo de energia elétrica do mundo. Em 2016, o país consumiu 615 terawatt-horas (TWh) de energia. Isso equivale a um aumento de 4,5% em relação a 2015. Esse consumo exige um fornecimento constante de energia, que impacta diretamente na conta de luz.

Apesar de representar apenas cerca de 3% do total da conta, o custo da energia elétrica é um dos principais fatores que influenciam no valor final cobrado pelas distribuidoras. Com o aumento do consumo, consequentemente há um aumento no valor cobrado na fatura. Além disso, existem outros custos envolvidos no processo, como o ICMS e a tarifa básica de uso dos serviços (TUSD).

O valor final da conta de luz também pode ser afetado pelas bandeiras tarifárias. As bandeiras são adicionadas às tarifas para indicar os períodos em que houve variações nos preços do mercado elétrico brasileiro. A bandeira vermelha significa alta demanda e consequentemente altos preços. Já a bandeira amarela indica média demanda; e a verde baixa demanda com preços reduzidos em relação às demais bandeiras.

Quais são os Eletrodomésticos que mais consomem energia?

Na sua casa você deve ter vários aparelhos que, individualmente, consomem muita energia elétrica. Alguns deles estão ligados à rede elétrica durante todo o dia e outros só são usados de forma esporádica, o que dificulta dimensionar o seu custo real.

Por isso, é importante ter consciência da quantidade de energia que estes aparelhos consomem e de quais formas podemos diminuir esse consumo. 

Veja abaixo os principais vilões da sua conta de luz e saiba como enfrentá-los para trazer mais economia.

1. Ar-condicionado

O ar-condicionado é um dos aparelhos que mais consomem energia elétrica, especialmente quando usado por longos períodos. Se possível, procure utilizá-lo apenas quando necessário e optar por ventiladores ou aberturas de janelas para refrescar a sua casa.

2. Computador

Os computadores também são extremamente ineficientes no consumo de energia. 

Se você deixar o seu computador ligado por longos períodos, ele continuará a consumir energia, mesmo que esteja em stand-by. Assim, desligue o seu computador quando não estiver em uso e poupe energia.

3. Geladeira

A geladeira é outro grande consumidor de energia, especialmente se não for mantida na temperatura certa. Isso porque tentará compensar o desequilíbrio gastando mais energia.

Ajuste a temperatura da sua geladeira para o mais baixo possível, mas que ainda mantenha os alimentos frescos. Lembre-se de mudar a potência quando mudam as estações.

Também certifique-se de que a geladeira está bem vedada para evitar o desperdício de energia, porque, com o tempo, a borracha de vedação costuma desgastar e não cumprir o seu papel com eficiência.

4. Televisão

As TVs também consomem uma quantidade significativa de energia, especialmente as de tela grande e de alta definição. Desligue a sua TV quando não estiver em uso. De preferência retire da tomada ou não deixe em standby, e poupe energia.

5. Lâmpadas

As lâmpadas também são grandes inimigos do consumo de energia. 

Troque as suas lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas, que duram mais e são mais eficientes. 

Apague as luzes quando não estiver usando e abra as janelas para permitir a entrada de luz natural.

Dicas para economia na manutenção elétrica

Você sabe quanto custa a energia que você consome todos os dias?

Você faz parte da parcela da população que ainda não se conscientizou da importância de economizar energia? 

As contas de luz estão aumentando e, com isso, o desperdício de energia elétrica também. Porém, é possível reverter esse cenário e, além de diminuir a conta, ajudar o meio ambiente.

Existem diversas maneiras de economizar energia, desde a manutenção elétrica até a utilização de equipamentos mais eficientes.

Geralmente, os aparelhos que mais consomem energia são os que estão sempre ligados à rede elétrica, como computadores, geladeiras, ar-condicionado, etc. Outros aparelhos, como ferros de passar roupa, máquinas de lavar e fornos,que  só são usados de forma esporádica, também consomem muita energia.

  1. 1 Realize manutenções periódicas

Primeiro, é importante verificar se os aparelhos estão em boas condições. Caso contrário, eles terão que trabalhar mais para funcionar e, consequentemente, consumirão mais energia.

A manutenção elétrica é um dos principais fatores para economizar energia.

Manter os equipamentos em dia evita o desperdício e aumenta a eficiência do sistema elétrico.

Equipamentos como lâmpadas, micro-ondas, geladeiras e aparelhos de ar-condicionado devem ser revisados regularmente para que funcionem da maneira mais eficiente possível.

Mas atenção: a manutenção elétrica deve ser feita por um profissional qualificado. Além disso, é imprescindível que o eletricista tenha feito o curso NR10, que garante a segurança do trabalhador que tem contato com instalações elétricas. 

  1. 2 Maior eficiência, menor custo

Outra forma de economizar energia elétrica é utilizando equipamentos mais eficientes.

Os chamados equipamentos de alta eficiência consomem menos energia para funcionar e, consequentemente, geram menos custos.

São exemplos de equipamentos de alta eficiência as lâmpadas LED, os chuveiros elétricos com controle de temperatura e os ares-condicionados inverter.

  1. 3 Lembre de desligar os aparelhos

A utilização de equipamentos de alta eficiência é uma ótima forma de economizar energia elétrica. Mas é importante lembrar que o uso racional da energia é a melhor forma de economizar.

Desligar as luzes quando não estiver usando, não deixar os equipamentos ligados desnecessariamente e não abusar do ar-condicionado são algumas das maneiras de economizar energia elétrica no dia a dia.

  1. 4 Atenção durante o dia

Também é importante não usar aparelhos que consomem muita energia elétrica durante o dia, quando a tarifa de energia elétrica é mais alta. As lâmpadas são um excelente exemplo, já que se tornam desnecessárias com a luz natural.

Existem alguns aparelhos que, mesmo quando não estão em uso, continuam consumindo energia elétrica. Por isso, é importante desligar esses aparelhos e/ou desconectá-los da rede elétrica. Esses aparelhos são chamados de “aparelhos em espera” ou, mais comum, “em standby”.

Vamos economizar?

É importante ter consciência da quantidade de energia que estes aparelhos consomem e de quais formas podemos diminuir esse consumo.  Economizar energia elétrica não é difícil, basta tomar algumas medidas simples.