Atualmente, com o cenário mundial pós-pandemia, podemos perceber que o valor de tudo ao nosso redor está muito alto e, consequentemente, os gastos ficam maiores.

A sua conta de energia está muito alta? O que você pode fazer para economizá-la?

Bom, você já parou para pensar que com simples ações no nosso cotidiano, conseguimos economizar energia e, com isso, ter uma casa mais sustentável?

É pensando nisso que, a partir de agora, veremos mais detalhes sobre esse assunto de economizar energia e ter uma casa mais sustentável.

É comprovado que todas essas dicas, se forem seguidas corretamente, fará com que você consiga diminuir o valor da sua fatura e, também, ajudará na preservação ambiental. 

O que é a conservação de energia?

Primeiramente, antes de começarmos a economizar energia, é importante saber o que essa economia significa.

Tenha em mente que economizar energia nada mais é do que a redução de energia utilizada dentro de casa, dos apartamentos, dos condomínios, das empresas, enfim, em qualquer lugar do mundo.

Além dessas informações, você ainda pode estar se perguntando: “Mas a conservação de energia é importante para quê?”.

Saiba que como praticamente tudo à nossa volta funciona por meio da energia elétrica, economizá-la é muito importante tanto para a nossa situação financeira quanto por motivos ambientais.

É verdade, pois para termos energia nas nossas casas, nós exploramos os recursos naturais e, com isso, danificamos muito o meio ambiente em que vivemos.

Há pesquisas que informam que o povo brasileiro é um dos que mais se preocupam com a sustentabilidade e, por isso, se preocupam tanto e, também, possuem a consciência de economia da energia.

Vamos conhecer alguns métodos simples do dia a dia que, certamente, farão a diferença nas formas de economizar energia. 

Iluminação natural

Uma das opções mais práticas e com muitos benefícios é o aproveitamento da luz natural, afinal, reduzimos a necessidade de acender as luzes artificiais. 

Para aproveitar a iluminação natural na nossa casa, devemos, por exemplo, pintar as nossas paredes com cores claras, pois isso ajuda a refletir a luz solar. 

Além disso, é recomendado evitar bloquear a luz solar com móveis muito robustos, posicione-os de uma maneira que não interfiram na captação da iluminação natural.

Inclusive, outra estratégia muito utilizada é colocar espelhos nas paredes ou nos móveis, pois eles ajudam a refletir a luz solar para os outros cômodos, além de serem ótimos aliados quando procuramos a sensação de amplitude. 

Lâmpadas

Você sabia que a iluminação artificial da nossa casa é responsável por 20% do consumo total de energia?

Por essa razão é muito importante utilizarmos lâmpadas que tenham um consumo de energia bem menor do que, por exemplo, as lâmpadas incandescentes, as quais “puxam” muita energia. 

Para isso, sugerimos as lâmpadas de LED, as quais são consideradas 80% mais econômicas do que as lâmpadas incandescentes e 30% das lâmpadas fluorescentes e, por isso, possuem um custo e um benefício muito maior.

Agora, você já ouviu falar na lâmpada inteligente Alexa? Saiba que ela é considerada uma lâmpada em LED que é conectada ao Wi-Fi e é controlada por, por exemplo, aplicativos, comandos de voz e por smartphones.

Pense, estude e veja a possibilidade de inseri-la na sua casa. Para isso, sugerimos que leia um outro artigo do blog da IntelBras, o qual traz informações muito importantes sobre essas novas lâmpadas inteligentes.

Além disso, caso queira observar os preços das lâmpadas, confira o site da Amazon, ele possui ofertas imperdíveis e sugestões de combos que combinam e cabem no nosso bolso.

Retire os aparelhos eletrônicos da tomada

Não é só uma mania dos nossos pais ou dos nossos avós não, afinal, se retirarmos os aparelhos eletrônicos das tomadas quando não vamos mais utilizá-los, pode reduzir o consumo de energia elétrica.

Entre eles, destacamos os televisores, os micro-ondas e, inclusive, os cabos de carregadores de celulares que, muitas vezes, deixamos conectados na tomada.

São ações simples que, realmente, fazem a diferença para as nossas finanças e o meio ambiente agradece.

Estado dos eletrodomésticos

Manter os nossos eletrodomésticos bem conservados é uma peça fundamental para economizarmos energia, por exemplo, as geladeiras, as máquinas de lavar, o ar-condicionado, entre outros.

Diminua o uso de aparelhos eletrônicos

Aqui, ressaltamos que se você verificar a sua conta de luz, os chuveiros e as máquinas de lavar são campeões para aumentar a nossa energia.

Por isso, recomendamos que diminua ou ajuste a maneira de utilizar esses aparelhos. 

Por exemplo, o chuveiro, sempre que possível utilize-o na opção Verão ou mais fria e, inclusive, não demore no banho.

Já a máquina de lavar, evite lavar roupas todos os dias, junte-as para dar uma capacidade maior e uma economia maior. 

O ferro de passar também ajuda a aumentar o consumo de energia, por isso, sugerimos passe as suas roupas, por exemplo, uma vez por semana e não apenas uma peça por vez.

Caso queira se aprofundar ainda mais nessas dicas, também sugerimos a leitura de um outro artigo produzido pela CEMIRIM, uma cooperativa de energia. Nele, você encontrará maneiras de como economizar separadas por produtos eletrônicos.

Até aqui, você pode comprovar que com simples atitudes é possível economizar energia e alcançar grandes resultados para a sustentabilidade e preservação ambiental do nosso mundo. Fique sempre atento as notícias de São Luís e fique por dentro de como manter uma vida mais sustentável.