Meio Ambiente

Aquecimento global é debatido com os jovens e o governo

Com tema “Entrando no Clima” jovens de todo País debateram as ações de combate ao aquecimento global com o Ministério do Meio Ambiente (MMA). O evento foi realizado em São Paulo, na quarta-feira (1º), na Fundação Getúlio Vargas (FGV) e contou com a participação de jovens da capital paulista, estudantes, militantes da sociedade civil e espectadores por meio de transmissão ao vivo.

O objetivo foi mobilizar a juventude para a 21ª Conferência das Partes (COP 21) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (UNFCCC, sigla em inglês), que será realizada em dezembro próximo, em Paris. Na Cúpula, representantes de 193 países signatários da UNFCCC precisarão chegar a um consenso sobre o novo acordo global de corte de emissões de gases de efeito estufa. O protocolo deverá começar a valer em 2020.

Compromissos

O diretor de Mudanças Climáticas do MMA, Adriano Santhiago, apresentou os compromissos que o Brasil já tem assumido, em especial o acordo bilateral entre o Brasil e os Estados Unidos para reflorestamento e renovação da matriz energética. Ressaltou a redução do desmatamento verificada nos últimos anos e a importância do engajamento da juventude nessa questão. “Este é um espaço de diálogo para a construção das posições do País na COP 21. É importante que a sociedade civil organizada e, principalmente, os jovens colaborem com as tomadas de decisão dos governos”, afirmou.

Segundo a coordenadora de Juventude do MMA, Marccella Berte, o evento é uma oportunidade de apoiar a difusão de conhecimento sobre um tema central para a humanidade com os principais interessados, os jovens. “E de uma maneira muito democrática, porque essa difusão do conhecimento não ficará só entre os jovens da capital paulista, mas ao vivo transmitido pela internet.”

A questão do aquecimento nos grandes centros urbanos foi um dos principais temas abordados pelos palestrantes. Para Marcelo de Medeiros, coordenador de Clima da organização não-governamental Engajamundo, as mudanças climáticas regionais são também centrais nessa discussão. “Há cidades em situação de alerta, em que a elevação da temperatura torna insuportável o calor e outros problemas consequentes disso”, observou.

Além do MMA e da Engajamundo, participaram do evento representantes de entidades como o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), o Observatório do Clima e da Climate Action Network.

 

Fonte:

Ministério do Meio Ambiente

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker