Meio Ambiente

Onça-pintada é libertada de cativeiro pelo Ibama

O Ibama identificou, por meio do monitoramento realizado nas redes sociais, uma onça-pintada que estava sendo mantida em cativeiro ilegal. O serviço de inteligência do órgão ambiental constatou o ilícito após publicação de vídeo feita no Facebook. Uma equipe de fiscalização foi deslocada para recuperação do felino, que está na lista de espécies ameaçadas de extinção.

 

O caso ocorreu no estado do Pará, e o animal foi localizado em um garimpo a 200 quilômetros de Novo Progresso.

De acordo com funcionário da fazenda onde o animal era mantido ilegalmente, a onça tem um ano e meio de idade, foi nomeada de Felipe e se alimentava de carne vermelha, galinhas, cabras vivas e alguns animais silvestres que caçava. O Ibama autuou o proprietário em R$ 5 mil por manutenção ilegal em cativeiro de uma espécie ameaçada de extinção. O felino foi transportado para a Associação Mata Ciliar, em Jundiaí, interior de São Paulo, onde vai passar por recuperação para retornar à natureza.

O trajeto foi iniciado no dia 30 de junho e durou seis dias de viagem, quando o animal percorreu mais de 1400 quilômetros por vias terrestres e 1250 quilômetros por via aérea. Após a recuperação da onça, entregue pelo infrator em um entreposto garimpeiro conhecido como Porto Novo, ela foi deslocada até a cidade de Guarantã do Norte, em Mato Grosso, e mantida na zona rural em um recinto na propriedade da empresa Guarantã Energética durante dois dias e meio. Com apoio da comunidade local, os agentes do Ibama confeccionaram uma caixa para realizar o transporte adequado.

Na tarde do dia 07 de julho, a equipe prosseguiu com a viagem até a cidade de Cuiabá, capital de Mato Grosso, onde o animal foi entregue para a empresa TAM Cargo, que é parceira do Ibama nas operações de transporte da fauna silvestre. O embarque foi realizado no dia seguinte em direção a Jundiaí, seu destino final, onde fica o centro de reabilitação. A onça se encontra em bom estado de saúde e, conforme avaliação de especialistas, após completar o período de reabilitação, poderá ser reintegrada à Reserva Biológica Nascentes da Serra do Cachimbo, no Pará, local de onde foi retirada, de acordo com informações colhidas na região da apreensão.

O agente ambiental e coordenador da equipe que participou da ação, Luiz Paulo Printes, destaca que “a reinserção de espécies ameaçadas de extinção, como a onça-pintada, é um importante passo para que indivíduos como Felipe, quando devolvidos a seu habitat, voltem a cumprir seu papel na conservação de sua população e no equilíbrio ecológico local”. Durante o período de reabilitação no interior de São Paulo, o animal será mantido isolado de pessoas e animais domésticos para que possa retornar à natureza com segurança.

O Ibama tem monitorado as redes sociais e também recebe denúncias relativas a delitos ambientais por meio da Linha Verde. O coordenador-geral de Fiscalização do Ibama, Jair Schmitt, lembra que a internet tem possibilitado maior exposição dos delitos e crueldades cometidas contra os animais e tem sido usada tanto como meio de apologia quanto de veículo de denúncia para as autoridades. Ele destaca que “o Ibama trabalha na investigação para identificar e aplicar todas as medidas legais aos infratores da legislação ambiental do país”.

Quem tiver interesse na seção das imagens do resgate da onça pode fazer a solicitação com a Assessoria de Comunicação Social do Ibama ou com a TV NBR.

Rodrigo Santori
Ascom/Ibama
Fotos: Ibama

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.