Meio Ambiente

Meio ambiente muda uso de água e energia

Pesquisa revela que 32,7% dos entrevistados afirmam praticar o consumo consciente, para não desperdiçar um bem que não é infinito

 

Por: Tinna Oliveira – Editor: Marco Moreira

A economia de água e energia, que se verifica atualmente no País, é motivada por consciência ambiental. É o que revela a pesquisa Consumo Consciente, de junho de 2015. Dentre os oito motivos listados, o maior percentual dos que economizam água e energia tomam essa atitude para preservar um bem que não é infinito (32,7%). O público que mais se destacou foi o jovem (18 a 29 anos) com 37,9%.

A pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e do portal de Educação Financeira ”Meu Bolso Feliz”, realizada em todas as capitais, também apontou as atitudes mais corriqueiras quando o tema é a economia desses bens. A principal atitude para não desperdiçar água é fechar a torneira enquanto escova os dentes (90,4%). Outra ação comum é não lavar a casa ou a calçada com mangueira (88,3%).

MAIS PREOCUPAÇÕES

Quando o assunto afeta o bolso, os entrevistados também se mostram preocupados: 81,2% asseguram que economizam água por meio do controle da conta mês a mês. Já 71,1% dos entrevistados dizem não lavar o carro com mangueira ou em lava jatos. E, na hora do banho, 68% afirmam fechar a torneira do chuveiro enquanto ensaboa o corpo.

A principal ação para economizar energia, segundo a pesquisa, é a de apagar as luzes de ambientes que não estão sendo utilizados (97,1%). Outro destaque é 90,9% dos entrevistados afirmam que em suas residências a maioria das lâmpadas é fluorescente. Acompanhar a conta de energia mês a mês (83,7%) também motiva os entrevistados quando o assunto é economizar.

Outras práticas que também foram citadas: 65,3% verificam a quantidade de energia que um eletroeletrônico ou eletrodoméstico gastam antes de comprá-lo; 60,6% dos moradores da casa assistem televisão juntos para economizar energia e 51,9% tiram da tomada TV, DVD, computador e demais aparelhos elétricos quando não estão sendo usados.

MAIS DICAS

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) desenvolve programas de incentivo para a economia de água e energia. Por exemplo: já pensou em aproveitar melhor a luz natural? Em casa, é bom observar quais são as melhores disposições dos ambientes para garantir o grau adequado de insolação e ventilação natural de cada lugar. A iluminação natural, além de proporcionar economia de energia, é muito mais agradável do que a iluminação artificial.

Outra solução que ajuda a economizar energia elétrica é a instalação de um “dimmer”, dispositivo que regula a intensidade luminosa, e de sensores de presença nos ambientes. Para economizar água, também é importante observar todas as torneiras da casa, prevenindo e consertando goteiras e vazamentos. Uma goteira pode desperdiçar até 46 litros de água por dia. E, se a água estiver fluindo em forma de filete, perde-se de 180 a 720 litros diários.

A substituição das torneiras e as caixas de descarga por outras mais econômicas também ajuda na economia, além da utilização de dispositivos que podem resultar numa redução de vazão de até 12 litros por minuto por peça sanitária. A reutilização da chuva pode ser feita por meio de um sistema de reaproveitamento. Essa água não potável pode ser usada nas instalações sanitárias, lavagens de garagens e automóveis e para irrigação de jardins.

 

Assessoria deComunicação (Ascom/MMA)

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close