Meio Ambiente

Gabinete itinerante do turismo fluminense chega a magé

Fórum de Fortalecimento do Turismo já percorreu oito regiões turísticas do estado

Natureza preservada, atrativos históricos e culturais a poucos quilômetros da Capital. Estas são algumas das peculiaridades turísticas da Baixada Fluminense, composta por dez municípios, situados, em média, a 40 minutos do Rio de Janeiro. É no local que o nono Fórum de Fortalecimento do Turismo será realizado. O evento acontecerá na próxima quinta-feira, 30/07, das 9h30m às 14h, em Magé, e tem como objetivo criar uma interação entre o setor público e privado sobre os projetos e ações que estão sendo desenvolvidas para o turismo nos municípios do interior do Estado.

A Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro e a TurisRio começaram as viagens pelo Estado em março. Nilo Sergio Felix, secretário de estado de Turismo, e a sua equipe já estiveram nas regiões da Costa do Sol, Costa Verde, Agulhas Negras, Serra Verde Imperial, Vale do Café, Caminhos Coloniais, Caminhos da Mata e Caminhos da Serra.

  • É sensacional a oportunidade de poder colocar frente a frente os gestores públicos estaduais, municipais e a iniciativa privada, visando benefícios para a atividade turística. Em cada encontro palestras e projetos são apresentados, sugestões debatidas e inúmeras dúvidas tiradas. Essa sinergia permite que problemas simples sejam solucionados, fazendo com que o turismo deslanche. O Fórum é o nosso gabinete itinerante do turismo do Estado.

O evento vai acontecer na Quadra de Eventos localizada na Rua Idalina Monteiro, nº 65, Centro (próximo à Praça São Pedro) e vai contar com a presença de representantes do trade e das secretarias municipais de turismo que compõem a região da Baixada Fluminense.

A região

O município de Belford Roxo está a cerca de 30 km da Capital e suas atrações turísticas vão de históricas a culturais. Duque de Caxias tem importantes áreas onde a preservação ambiental está presente, como o Parque Municipal da Taquara e a Reserva Municipal Biológica do Parque Equitativa. Japeri encanta por suas belezas naturais e diversidade para a prática de esportes radicais. O município de Magé abriga uma importante parte da história religiosa do Brasil. Foi lá que o padre José de Anchieta obteve água pura e cristalina após um longo período de secas. A cidade de Mesquita possui igrejas históricas, além de cachoeiras que oferecem oportunidade para a prática de esportes radicais, trilhas e caminhadas. Em Nilópolis é possível encontrar diversas igrejas e capelas centenárias. Nova Iguaçu tem na Serra do Vulcão um dos seus principais atrativos, apreciado pelos praticantes de esportes radicais. Queimados atrai turistas interessados em conhecer sua história e aproveitar o clima ameno da cidade. São João de Meriti tem na Praça da Matriz uma visita obrigatória para os que gostam de turismo histórico e cultural. Em Seropédica os amantes de turismo histórico devem procurar a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ, cuja sede é originada da primeira fábrica de tecidos de seda do Brasil.

 

Governo do Estado do RJ

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close