Meio Ambiente

Produtores reclamam e Conab estuda baixar preço do milho

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está estudando baixar o preço do milho para pequenos e médios produtores. A saca de 60 quilos custa hoje R$ 45 para quem não é beneficiado pelo Programa de Vendas em Balcão. Para quem tem acesso, a saca sai a R$ 36. O valor alto do produto vem sendo motivo de reclamação entre produtores.

É o caso de Antonio Carlos, produtor de leite. Ele teve que trocar o milho por uma ração especial para o gado. “Mas 70% a base é milho. Não tem outra coisa”, disse, reclamando do preço.

“A Conab não podia dar uma olhada, fiscalizar. Será que todo esse milho que está saindo de lá está indo para o produtor mesmo?”, questiona.

O superintendente da Conab, Alisson Pego, disse que o órgão está estudando uma forma de baixar os preços. “A Conab, em consonância com Brasília, irá fazer uma mudança na metodologia de composição dos preços para que a gente chegue a um denominador comum, onde possamos ofertar preços dentro da realidade local”, explica.

Ele explica como os produtores podem se inscrever nos programas da Conab, como o Vendas em Balcão. “O agricultor vem aos nossos armazéns ou a qualquer escritório da Conab, trazendo seus documentos pessoais, documento da terra e a listagem do seu plantel chancelado pela Adapi, a partir daí ele se credencia a ter acesso a esse produto”, finaliza.

 

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.