Meio Ambiente

Fundos socioambientais analisam união

Proposta visa melhorar a aplicação e o acompanhamento dos investimentos. Ideia é qualificar, técnica e financeiramente, a execução dos recursos orçamentários.   

 

Por: Paulenir Constâncio – Editor: Marco Moreira

O Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA) aprovou nesta sexta-feira (31/07), na 40ª. Reunião Deliberativa, a participação em grupo de trabalho para estudar a otimização dos investimentos de recursos disponíveis para aplicação em projetos socioambientais. A parceria deverá reunir cinco fundos contábeis que tratam de temas semelhantes, sendo quatro do Ministério do Meio Ambiente e um do Ministério da Justiça. Juntos, movimentam orçamento de mais de R$40 milhões em projetos socioambientais com recursos próprios.

De acordo com a diretora do FNMA, Ana Beatriz Oliveira, a ideia é buscar o fortalecimento da capacidade técnica e financeira de integração entre os ministérios em temas fundamentais.  Os fundos estão se organizando para trocar experiências na busca por recursos e na execução orçamentária, evitar a sobreposição de investimentos e melhorar a qualidade dos investimentos. “Não basta aplicar os recursos, temos que acompanhar e orientar a aplicação deles”, avalia.

INVESTIMENTOS

O FNMA foi o primeiro fundo contábil criado para tocar projetos na área ambiental. “É uma experiência de mais de 26 anos”, lembra Ana Beatriz.  O fundo tem em sua carteira atualmente 1.450 projetos financiados diretamente com aplicação de R$280 milhões, e outros R$24 milhões em parceria com o Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal.

A criação do grupo depende, ainda, da deliberação de seus conselhos, resultado hoje obtido junto ao conselho do FNMA. Participam, além do FNMA, o Fundo Clima, o Fundo de Desenvolvimento Florestal e Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDD), do Ministério da Justiça em parceria com o Fundo Socioambiental da Caixa.  O foco, segundo explica a diretora do FNMA, é integrar os recursos em momentos de contingenciamento, definir as pautas prioritárias e aplicar principalmente em ações voltadas para fortalecer a agenda ambiental com resgate social.

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA)

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker