Meio Ambiente

Empresa com sede em Londrina lança app inovador para identificar pragas com mais de 30 mil downloads

A presença de pragas, doenças e plantas daninhas nas lavouras representa uma verdadeira dor de cabeça para o agronegócio. Somente na última safra, agricultores do Rio Grande do Sul tiveram prejuízo estimado em R$ 1,15 bilhão decorrente de despesas extras e perda de produtividade com plantas invasoras, de acordo com análise da Embrapa.

Para piorar, pesquisadores estimam que 30% da área plantada de soja no Brasil – equivalente a 9 milhões de hectares, esteja submetida à matocompetição em, ao menos, sete estados (Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Goiás, São Paulo e Minas Gerais). Já o ataque de apenas duas pragas nos últimos 10 anos – mosca branca e ferrugem asiática – foi responsável por prejuízo de US$ 25 bilhões aos produtores de soja, segundo levantamento da Aprosoja, período em que também foram registradas 35 novas espécies em todo o território nacional.

Como forma de preservar a lavoura, o professor e doutor da Universidade de Passo Fundo, Mauro Antônio Rizzardi, recomenda analisar de forma apropriada a ocorrência apresentada e escolher corretamente o tratamento para o combate de pragas, doenças e plantas daninhas.

De acordo com essas orientações, a Adama (leia-se Adamá), empresa global do setor de agroquímicos com sede em Londrina, lançou em outubro do ano passado o aplicativo “Adama Alvo”. O app ajuda o agricultor a identificar as principais pragas, doenças e plantas daninhas nas culturas de soja, trigo, milho e algodão, por meio de um extenso banco de dados com aproximadamente 700 imagens de 150 espécies cadastradas, além de apontar os princípios ativos mais indicados para o problema em questão.

O aplicativo e encontrado gratuitamente nos sistemas iOS e Android e sem necessidade de conexão com a internet para funcionar no campo, a ferramenta já contabiliza mais de 30 mil downloads e é bastante utilizada por produtores, consultores e estudantes de Agronomia.

Em casos de dúvidas na identificação do alvo, o usuário ainda pode fotografar o problema e enviar a imagem através do aplicativo para que a equipe técnica da Adama o ajude.

Principais recursos:

•Banco de imagens de alvos atualizado e completo, feito exclusivamente para o mercado agrícola brasileiro.

•Informação de descrição, sintomas, importância e dados técnicos dos principais alvos que ocorrem nas culturas brasileiras mais importantes.

•Busca de alvos pelo nome popular ou pelo nome científico.

•Indicação da solução adequada para cada alvo.

Presente em mais 120 países, a Adama é uma das líderes globais em soluções de proteção ao cultivo. Antes conhecida como Makhteshim Agan Industries, e no Brasil como Milenia Agrociências, adotou a nova marca em 2014, quando teve faturamento global superior a US$ 3,22 bilhões, o sétimo maior no setor agroquímico mundial.

Você pode baixar o “Adama Alvo” para iOS https://itunes.apple.com/br/app/adama-alvo/id904718051?mt=8
e para Android https://play.google.com/store/apps/details?id=com.adama.fieldsolve&hl=pt_BR

Roberson Marczak – Gerente de Inovação da Adama no Brasil
http://www.adama.com/brasil/pt/

 

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker