Pernambuco planeja produzir biocombustível de aviação

0

(Brasília, 06 de agosto de 2015) O governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), assinou, nesta terça-feira (4), um memorando de entendimento para a criação da Plataforma Pernambucana de Bioquerosene. O empreendimento, que envolverá 25 parceiros do Governo, entre entidades das iniciativas pública e privada, pretende produzir combustível limpo para a aviação civil.

A assinatura aconteceu durante o evento Pernambuco no Clima, que contou com a presença do prefeito do Recife, Geraldo Júlio e do Secretário do Meio Ambiente, Sérgio Xavier.

Os representantes da Ubrabio (União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene) Pedro Scorza (GOL Linhas Aéreas) e Mike Lu (Curcas Diesel) participaram do painel sobre o programa Noronha Carbono neutro e apresentaram as contribuições que a indústria pode propor para a descarbonização da Ilha de Fernando de Noronha usando o bioquerosene.

A Plataforma Pernambucana será estruturada nos mesmos moldes da Plataforma Mineira de Bioquerosene. Essas iniciativas regionais podem servir de modelo para outros estados e integram uma plataforma brasileira”, explica o diretor de Biocombustíveis de Aviação da Ubrabio, Pedro Scorza.

Em tramitação no Congresso Nacional, o PLS 506/2013 do ex-senador Eduardo Braga, atual ministro de Minas e Energia, cria o Programa Nacional de Bioquerosene, para incentivar a pesquisa e produção de energia à base de biomassas voltadas para a sustentabilidade da aviação brasileira.

Segundo Scorza, que também é assessor técnico para combustível renováveis da GOL Linhas Aéreas, a estratégia montada no Brasil para desenvolvimento do setor de bioquerosene, além de estar adequada ao propósito de estabelecer uma cadeia de valor, é muito similar às estratégias que estão sendo adotadas na Europa e EUA, respeitando as particularidades locais de cada região.

Carbono neutro na aviação

De acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, sigla em inglês) – que engloba 230 companhias e 93% de todo o tráfego aéreo mundial –, as metas para redução de emissão de poluentes concentram-se na melhoria da eficiência energética, estabilização das emissões de carbono, e redução das emissões em 50% até 2050, com base nos índices de 2005.

Sobre a Ubrabio

A União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio) é uma associação sem fins econômicos que representa nacionalmente toda a cadeia produtiva desses biocombustíveis. Desde sua criação, em 2007, a entidade lidera o segmento e atua como interlocutora entre sociedade e governo para mobilizar e unir esforços, recursos e conhecimentos na busca pelo desenvolvimento do setor.

Leia também

Biocombustíveis de aviação são aposta para redução de CO2

Nayara Machado | nayara@ubrabio.com.br | (61) 2104-4411

Leia Também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.