Meio Ambiente

Leilão de biodiesel negocia 696 milhões de litros e arrecada R$ 1,5 bilhão

O 44º leilão de biodiesel da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) negociou 696,8 milhões de litros e alcançou o valor de R$ 1,5 bilhão. O leilão foi realizado entre os dias 11 e 14, atingindo um deságio médio de 17,8%, comparado ao valor médio de referência, de R$ 2,632 por litro.

Todo o volume negociado foi originário de produtores com o Selo Combustível Social. As ofertas de biodiesel foram apresentadas no dia 11, com 35 produtores oferecendo um volume de 850,7 milhões de litros. No dia 13, houve seleção das ofertas no total de 607,6 milhões de litros. Hoje (14), foram arrematados 89,2 milhões de litros.

Os leilões de biodiesel destinam-se a atender em 7% o percentual mínimo obrigatório de adição de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final. O 44º leilão objetiva garantir o abastecimento do produto no mercado nacional de setembro a outubro de 2015.

O biodiesel é produzido a partir de óleos vegetais ou de gorduras animais e adicionado ao diesel. Na comparação com o diesel de petróleo, o biodiesel tem vantagens ambientais. Sua queima pode emitir em média 48% menos monóxido de carbono, 47% menos material particulado e 67% menos hidrocarbonetos.

Dezenas de espécies vegetais do Brasil podem ser usadas na produção do biodiesel, entre elas soja, dendê, girassol, babaçu, amendoim, mamona e pinhão-manso. As informações estão no site da ANP na internet.

Agência Brasil

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.