Meio Ambiente

Comissão discute, em Campo Grande, impacto de agrotóxicos

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural promove seminário hoje, em Campo Grande (MS), sobre os impactos dos agrotóxicos na sociedade.

O deputado Zeca do PT (PT-MS), que propôs o evento, que discutir o impacto do modelo de desenvolvimento do País, baseado num agronegócio de monocultura, que, segundo ele, “vem trazendo sérios riscos para a saúde dos trabalhadores, o direito trabalhista sob o aspecto previdenciário, os recursos hídricos, o solo, a fauna e a flora”.

O parlamentar aponta que esse modelo também contribui “para a inviabilidade da agricultura familiar, ocupando todas as terras agricultáveis, inclusive em áreas que seriam destinadas a reforma agrária, terras indígenas e no entorno de unidades de conservação com importantes reservas de Mata Atlântica.”

Foram convidados:
– os professores da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) Marcia Helena de Rizzo da Matta e Wanderley Pignati;
– o chefe do Programa de Carcinogênese Molecular, do Instituto Nacional de Câncer, Luis Felipe Ribeiro Pinto;
– o procurador da República Marco Antonio Delfino de Almeida; e
– o pesquisador do Centro de Estudos em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana, Luiz Claudio Meirelles.

O evento será realizado a partir das 13 horas, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Da Redação – DC

 

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.