Meio Ambiente

Eletrobras não garante participação no leilão de usinas antigas de outubro

Empresa afirma que sua prioridade é de agregar nova capacidade de geração e transmissão no país, mas deverá avaliar as condições para a relicitação desses ativos

Mauricio Godoi, da Agência CanalEnergia, de São Paulo, Negócios e Empresas

A Eletrobras ainda não tem posição formada sobre sua participação no leilão de 29 usinas cujos contratos venceram e serão relicitadas pelo governo federal. A questão é de prioridade para a empresa que vê sua função mais centrada na expansão da capacidade de geração no país. Contudo, ainda não foi batido o martelo quanto a essa questão.

Segundo o diretor Financeiro e de Relações com Investidores da companhia, Armando Casado de Araújo, a empresa sempre tem vontade de investir, mas alerta que deve haver a capacidade de realizar esses aportes. “Não podemos deixar de olhar essas usinas, como temos instalações em todo o Brasil, dependendo das condições pode gerar receita importante”, avaliou. “Mas essas concessões concorrem com outras concessões que agregam novas capacidades de geração ou transmissão e que tem sair do papel. A Eletrobras tem predominância a agregação física que é de colocar capacidade nova no sistema”, acrescentou.

Nesse sentido, a empresa diz estar preparada para entrar na disputa pelo próximo grande empreendimento estruturante do país a UHE São Luiz do Tapajós (PA, 8.040 MW), cuja promessa do governo é de realizar a licitação ainda este ano. O diretor da estatal afirmou que a disposição que o governo tem colocado de discutir o setor com os agentes, como no caso do GSF, pode criar boas condições para atração dos investimentos. Somando a isso ele citou a intenção de acelerar o processo de licenciamento ambiental e o financiamento dos projetos como pontos de destaque, assim como o PIEE que promete colocar no mercado projetos que somam R$ 186 bilhões.

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close