Meio Ambiente

Com visita de Merkel, meio ambiente ganha espaço na parceria Alemanha-Brasil

A parceria entre Brasil e Alemanha é antiga e estável, principalmente nos setores econômicos, culturais e, cada vez mais, ambientais. Com o objetivo de reforçar laços, principalmente econômicos, o Brasil recebe a chanceler Angela Merkel para a primeira edição das Consultas Intergovernamentais de Alto Nível entre os dois países.

Essa deferência alemã é reservada para poucos países. Entre os emergentes, só China e Índia têm esse privilégio. “Essas consultas implicam em grupos de trabalho com todos os ministérios, com importância política muito forte; não é apenas a primeira-ministra que veio, mas toda uma equipe de governo que está no Brasil para dialogar”, diz Sérgio Costa, professor titular de Sociologia da Universidade Livre de Berlim.

A presidenta Dilma Rousseff e sua homóloga alemã, a chanceler Ângela Merkel, no Palácio da Alvorada, em 19 de agosto de 2015.

A presidenta Dilma Rousseff e sua homóloga alemã, a chanceler Ângela Merkel, no Palácio da Alvorada, em 19 de agosto de 2015.

REUTERS/Ueslei Marcelino

“A Alemanha sabe que, no futuro, sua importância como ator no cenário internacional vai ser relativamente reduzido” e, por isso, é importante para Berlim reforçar a cooperação entre os dois países, aponta o cientista político Peter Birle, do Instituto Ibero-Americano de Berlim.

“É uma colaboração estável em todos os planos, desde o político, passando pelo acadêmico e científico, que é muito importante, tecnológico e, sobretudo, econômico”, diz Costa. Segundo o Itamaraty, são mais de 1.600 empresas alemãs instaladas no Brasil, mais de 800 só no Estado de São Paulo. O capital alemão no Brasil representa cerca de 10% do PIB. “São Paulo é o centro da indústria alemã no país”, diz Costa.

Meio Ambiente

Angela Merkel também vai destacar a importância da discussão ambiental. “A estratégia de médio-longo prazo da Alemanha é consolidar seu papel de polo de produção de tecnologia de produção de energia renovável e limpa, e essa viagem vai servir para vender a imagem e a potencialidade da Alemanha no setor”, analisa Sérgio Costa.

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close