Meio Ambiente

Shell recebeu permissão do US para perfurar o Ártico

Shell se prepara para perfurar o Ártico e o fim do Mundo pode esta próximo

Um dos últimos lugares inexplorados pelo homem será destruído causando poluição, tráfego e do ruído inaceitável casa pura para os ursos polares, as morsas, baleias e aves marinhas.

O projeto recebeu fortes críticas da oposição e de organizações de protecção do ambiente e nativos do Alasca, que consideram óleo funciona muito grande para o habitat e modo de vida das comunidades de risco local.

A companhia petrolífera Royal Dutch Shell, o grupo Shell, recebida em 17 de agosto, a autorização final, o governo dos EUA para começar a perfuração de um poço para a extracção de hidrocarbonetos em águas do Oceano Ártico ao largo da costa do Alasca, como tem informou o Escritório da Segurança dos Estados Unidos e Ambiental

O governo dos EUA havia permitido Nenhum trabalho de exploração de poços de petróleo e certificados com a falta de tecnologia específica pela Shell para conter um vazamento.

Várias organizações ambientais nos Estados Unidos e muitos outros países têm expressado forte protesto contra a decisão da administração Obama de autorizar a perfuração e extração de hidrocarbonetos no Ártico nos últimos meses. Protestos lembrar a importância ecológica da região e do grave perigo potencial qualquer tipo de descarga.

O transporte marítimo e de petróleo estão preparados para destruir o Ártico

Várias organizações e especialistas acham que a permissão concedida com a aprovação da Casa Branca para explorar hidrocarbonetos no Ártico é um deslocamento para a indústria de petróleo por vetar a extensão do oleoduto Keystone XL ou mesmo um argumento para impedir a oposição de novas medidas conservadoras contra a mudança climática.

Para preservar o seu legado no clima, o presidente Barack Obama deve mudar o curso da perfuração no Ártico estabelecida pelo presidente George W. Bush há oito anos, não perpetuá-la.

Fonte: The Wall Street Journal

Vagner Liberato

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.