Meio Ambiente

Tempestade Danny se torna primeiro furacão da temporada 2015 no Atlântico

TAMPA, Estados Unidos (Reuters) – O Danny se tornou o primeiro furacão da temporada 2015 no oceano Atlântico nesta quinta-feira, mesmo tendo permanecido uma tempestade relativamente pequena e longe de afetar qualquer território, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.

Os ventos do Danny chegaram a 120 quilômetros por hora, disseram meteorologistas do governo, e com isso ele alcançou a categoria de furacão, de pelo menos 119 quilômetros por hora.

O Danny pode enfraquecer e voltar a ser uma tempestade tropical antes de atingir Porto Rico na próxima terça-feira, segundo a previsão de cinco dias do centro sediado em Miami.

Photo

Furacão Danny, o primeiro da temporada 2015 no Atlântico, é visto da Estação Espacial Internacional nesta sexta-feira. 20/08/2015

REUTERS/Nasa/Scott Kelly/Divulgação

 

“O Danny é um pequeno ciclone tropical”, declarou a entidade, acrescentando que os ventos equivalentes aos de um furacão se estendem só 20 quilômetros a partir do centro da tempestade.

O Danny, que é um furacão de Categoria 1, o mais fraco da escala Saffir-Simpson, que tem cinco graus de intensidade, é a quarta tempestade com nome próprio da temporada 2015 de furacões, que os meteorologistas preveem mais fraca do que o normal.

As projeções mais recentes dos EUA indicam de seis a 10 tempestades nesta temporada, sendo que pelo menos quatro devem alcançar a categoria de furacão.

(Reportagem de Letitia Stein)

 

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close