Meio Ambiente

Marketing digital no agronegócio: Syngenta inova na comunicação dos resultados do fungicida Elatus™

Conteúdos constantemente atualizados sobre o mercado de soja, vídeos com depoimentos e resultados comparativos de mais de 400 agricultores brasileiros que comprovaram os ganhos de produtividade obtidos por meio da utilização do fungicida Elatus™. Esses são alguns dos principais dados disponíveis no novo site aplicourendeu.com.br, ferramenta central da nova campanha de comunicação do produto da Syngenta e que atua como um completo centro de informações para sojicultores de todo o País.

Dados e testemoniais específicos por região estão ao alcance dos agricultores, que podem compartilhá-los por meio do novo site após o cadastro. Usuários registrados também receberão alertas e notificações, direcionadas à localidade indicada e às novidades do site, sempre atualizadas conforme o período – pré-safra, safra ou pós-safra.

“Elatus™ é um produto novo, que já em seu primeiro ano conta com uma campanha testemunhal, de agricultores e consultores, que atestam seus resultados por meio de depoimentos. A estratégia digital foi escolhida para possibilitar essa troca de informações entre campo e Syngenta, bem como o compartilhamento de mais experiências positivas com o produto”, afirma Renata Moya, Gerente de Branding da Syngenta. “O mote da campanha – Aplicou, rendeu – resume não apenas a promessa do nosso fungicida, mas a experiência que centenas de pessoas tiveram com Elatus™”, completa.

A campanha “Aplicou, Rendeu” também contempla uma série de outras ações, como visitas a cooperativas e lavouras, realização de eventos e dias de campo em diversas regiões. “Todas elas, assinadas pelo mesmo mote que nomeia o novo site, convidando os produtores a acessarem o canal, promovendo a convergência entre offline e o online e reforçando a nossa estratégia, apoiada no marketing digital”, diz Renata Moya.

Campo digitalizado

Estudos realizados junto a produtores de soja apontam que houve um aumento no acesso à internet, de 38% para 47%, em um período de 4 anos. Os dados também indicam que 82% desses sojicultores acessam as redes sociais. “É possível concluir que os agricultores estão migrando para o mundo digital e essa mudança de perfil já está plenamente refletida em nossa estratégia de comunicação”, enfatiza Renata Moya.

 

Agrolink com informações de assessoria
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close