Meio Ambiente

Aneel aprova reestruturação societária da AES Tietê

Operação simplificará estrutura e aumentará liquidez das ações, informa companhia

Wagner Freire, da Agência CanalEnergia, Negócios e Empresas

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou na última terça-feira, 25 de agosto, a operação de reestruturação societária da AES Tietê. Em síntese, os ativos de geração da AES Tietê e da AES Rio PCH, que hoje estão sob o guarda-chuva da Brasiliana, serão transferidos para a futura AES Tietê Energia. Para tanto, a operação será realizada em cinco etapas – até que por fim seja extinta a AES Tietê. A Brasiliana Participações receberá todo ativo cindido da Brasiliana, ou seja, continuará controlando as concessionárias AES Elpa, AES Eletropaulo, AES Uruguaiana e AES Serviços. Ambas as empresas, AES Tietê Energia e Brasiliana Participações continuarão sendo controladas pelos sócios AES Brasil e BNDESPar.

Segundo a AES Tietê, a operação proporcionará simplificação da sua estrutura societária e diversos benefícios como o potencial aumento de liquidez das ações e o aumento da capacidade de remuneração aos acionistas na forma de juros sobre o capital próprio, o qual é dedutível para fins de imposto de renda. Em comunicado ao mercado, a AES Tietê e a Brasiliana informaram que “continuarão dando seguimento à obtenção das aprovações societárias necessárias à sua implementação, mantendo o mercado devidamente informado, nos termos da regulamentação aplicável”.

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close