Meio Ambiente

Exxon sabia do aquecimento global desde 1981 e continuou negação por 27 anos

Uma nova arquivos secretos que vazaram da Exxon Mobil, a maior empresa de petróleo do mundo. Graças a uma carta, soube-se que, desde 1981, os cientistas da empresa havia alertado sobre o risco de alterações climáticas e gases de efeito estufa associados com hidrocarbonetos. No entanto, a multinacional teria pago por 27 anos para os negadores da mudança climática.

A carta controverso publicado pelo jornal TheGuardian, fornece uma clara evidência a ligação entre os combustíveis fósseis e as alterações climáticas, e os regulamentos de consumo potenciais que poderiam eventualmente ocorrer.

Naquele momento, o que preocupou Lenny Bernstein, autor do post, que era a exploração iminente das maiores reservas de gás até agora conhecidos e localizados na Indonésia. Bernstein temiam os efeitos que poderia ter sobre o ambiente.

Este campo de gás contém um nível anormalmente elevado de dióxido de carbono, 70%, uma substância que é o principal motor da mudança do clima e, geralmente, ventilado para a atmosfera para ser usado como combustível.

Ficou claro que o desenvolvimento do site da Natuna desencadearam uma enorme quantidade de poluição, efetivamente teria representado uma “bomba de carbono” Bernstein escreveu em um e-mail enviado para Alyssa Bernstein, diretor do Institute for Applied e Ética Profissional na Universidade de Ohio, EUA

A ressalva, é claro, não teve o efeito desejado. Nos anos seguintes Exxon investir cerca de US $ 300 milhões para financiar cientistas e grupos de reflexão que negam a realidade da mudança climática, como tem denunciado Greenpeace.

De acordo com o jornal britânico, a Exxon reconheceu que ele tinha informações sobre o fenômeno climático, mas negou ter pago os grupos de negação. Curiosamente, no entanto, ele sabe que a empresa sabia das mudanças climáticas oito anos antes de o assunto fora dos círculos científicos e atingir o público.

“As empresas de recursos naturais, como petróleo, carvão e gás, eles têm que fazer investimentos para 50 ou 100 anos. Internamente deve fazer cálculos cuidadosos de potenciais regulamentos, incluindo a base científica para estes regulamentos “, Bernstein disse em sua carta.

A mudança climática tornou-se primeiro um tema importante em 1988, quando a NASA climatologista James Hansen, advertiu que o aquecimento global é devido ao acúmulo de gases de efeito estufa na atmosfera devido à queima de combustíveis fósseis. Mas de acordo com Bernstein, Exxon sabia anos antes de James Hansen alertou que a mudança climática “era uma realidade”, e mesmo “levou em conta na tomada de decisões ao fazer sua avaliação econômica.”

Fonte: The Guardian

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.