Fotos: Gabriela Cabrera

Unidos pela missão de deixar um legado positivo ao meio ambiente, o Instituto APRENDER Ecologia, a WSL Pure, por meio da WSL One Ocean, e a Conservação Internacional realizaram na manhã desta sexta-feira (21), uma de limpeza e plantio de mudas no entorno da Lagoa de Saquarema, litoral do Rio de Janeiro.

O grupo com cerca de 100 pessoas retirou 50 kg de lixo, a maior parte de plástico em uma faixa de manguezal, próxima à foz do canal que deságua nos principais picos de surf de Saquarema, despertando a consciência sobre a conexão entre o que acontece na terra e no mar, usando como ferramenta o conceito de Ecossistemas de Surf. Entre os participantes estavam os atletas Liam O’Brien, Mattew McGilliVray, Seth Moniz, Barron Mamiva, Imaikalani deVault e Bettylou Sakura Johnson; e Kaipo Guerrer e Maíra Pabst, apresentador e comentarista do WSL, respectivamente.

No Brasil e no mundo, existem milhares de áreas onde locais de surfe de alta qualidade coincidem com ecossistemas ricos em biodiversidade e estoque de carbono, incluindo: manguezais, zonas úmidas, recifes de corais e florestas costeiras. Esses “ecossistemas de surfe” estão sob ameaça crescente, mas podem ser protegidos por meio do poder das comunidades de surf e das partes interessadas que amam e querem proteger o oceano. O Brasil é um dos países mais biologicamente diversos e ricos em ondas do mundo e, como resultado, um país crítico para a conservação destes ecossistemas de surf.

Além de dar continuidade à ativação, realizada no ano passado, a Lagoa de Saquarema foi escolhida por ser ilustrativa desta relação entre os diferentes usos e ecossistemas que cercam os picos de surf, demonstrando a importância dos ambientes do entorno para a qualidade da onda que o surfista e simpatizantes do esporte tanto amam.

“Ficamos muito felizes de continuar o trabalho com a WSL nesta ativação emblemática para a comunidade e o ecossistema de surf de Saquarema. Através das atividades de limpeza e plantio conseguimos engajar e sensibilizar pessoas e atletas sobre as interações entre terra e mar”, comentou Fabricio Almeida da APRENDER.

A cidade de Saquarema abriga um conjunto incrível de ecossistemas como manguezais, lagoas, dunas, restinga e florestas que fazem parte do Bioma da Mata Atlântica, um dos mais biodiversos do mundo. Apenas 12% do bioma ainda resiste, embora mais de 70% da população brasileira viva dentro de sua área e precise de seus serviços ecossistêmicos, como abastecimento de água, regulação do clima e lazer. “Os cerca de 5 milhões de surfistas brasileiros e os simpatizantes do esporte têm um potencial enorme de sensibilização em ações que trazem consciência socioambiental, por isso esta parceria entre a WSL e uma organização local é tão importante”, completou Fabricio.

Continuidade

A parceria da WSL Pure e One Ocean com a APRENDER iniciou no ano passado, com uma ativação realizada durante o Vivo Rio Pro 2023. Em conjunto com a Conservation International Brasil, as organizações envolvidas apresentaram informações sobre o Ecossistema de Surf de Saquarema. Ainda foram coletados 30 kgs de lixo e plantadas 30 mudas de espécies nativas. Yago Dora (vencedor da etapa), Johanne Defay, Caio Ibelli, Liam O’Brian e Matthew McGillivray participaram da ação. 

Outras ativações foram organizadas pela APRENDER e CI-Brasil, como atividades realizadas em uma escola local que levou informações para mais de 50 crianças e uma roda de conversa sobre Surf & Conservação que contou com a presença de Ivan Martinho (presidente da WSL Latin America) e do surfista de ondas gigantes Carlos Burle.

O apoio da WSL One Ocean também ajudou a APRENDER a realizar a primeira reunião do Conselho Estratégico do Programa Brasileiro de Reservas de Surf, formado por especialistas como Carlos Burle, Claudinha Gonçalves, Bruno Bocayuva, e Érica Prado. Através de projetos aprovados pela WSL PURE e a Corona, a APRENDER também instalou uma ecobarreira em um rio de Saquarema que já coletou 300 quilos de lixo, que de outra forma alcançariam a lagoa e consequentemente, o mar.

A APRENDER é uma organização brasileira sem fins lucrativos, ativa desde o ano 2000, e trabalha com conservação costeira e marinha.

Sem avaliações ainda