Crédito: iStock

Ter internet ao alcance das mãos é uma necessidade nos dias de hoje para qualquer pessoa. Mesmo nos locais mais afastados dos centros urbanos, onde muitos serviços de apps não chegam, a cobertura de internet está cada vez mais presente. A tecnologia proporcionada pelos satélites tem chegado até mesmo à área rural do território brasileiro, que, somada à área urbana, já cobre quase a totalidade dos lares nacionais. É o que aponta um levantamento feito pelo IBGE, através do Módulo de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC).

Em 2021, foi constatado, através da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, a PNAD, que o acesso à internet já se faz presente em 90% das casas brasileiras. O número é 6% superior ao encontrado na pesquisa anterior, realizada antes da pandemia de Covid-19, em 2019. Na área rural foi onde ocorreu o aumento mais expressivo: um salto de 57,8% para 74,7% dos domicílios passaram a contar com uma conexão.

O celular é disparado o meio preferido para acessar a rede, sendo utilizado em 99,5% dos domicílios, sejam eles rurais ou urbanos. Na área urbana, TV e computador se equiparam em utilização, ficando em cerca de 46% o acesso para cada. Na zona rural, o acesso é preferencialmente pela televisão, desbancando o PC. Um dado curioso é que, devido a  essas preferências, pela primeira vez, a televisão superou o computador em acesso à internet, com 44% a 42%. Chamadas de vídeo ou voz pelo celular, por sua vez, superaram as mensagens de texto: 95,7% a 94,9%. 

A chegada do 5G é a esperança para levar a internet ainda mais longe, nos rincões onde ela ainda não chegou. É esperada com isso uma grande revolução na produtividade do campo, uma vez que será possível conectar equipamentos com a internet, facilitando o monitoramento das áreas, automatizando funções como no plantio, por exemplo, além da coleta de dados cada vez mais precisos sobre a atividade rural desempenhada.

O fato é que o Brasil está cada vez mais conectado, e tem visto a barreira do espaço sendo rompida pelo avanço da internet, ainda que se trate de um território tão extenso. Ter acesso à informação rápida e na palma da mão é um direito de todo cidadão, um direito quase que fundamental, além de uma necessidade. É possível até mesmo exercê-lo de maneiras que não pese tanto no orçamento das famílias, como, por exemplo, aproveitando para garantir seu celular ou notebook na Black Friday.