continua após a publicidade

Cenário de novelas e um dos pontos turísticos mais visitados da Costa do Sol, a Cabana do Pescador, no Peró, em Cabo Frio, está preservada para a eternidade. O presidente da Assembleia Legislativa, Rodrigo Bacellar, promulgou a Lei 10.210/23 que tomba o patrimônio, situado entre as praias do Peró e Conchas, e porta de entrada para o Morro do Vigia, muito procurado para o ecoturismo.

Construída na década de 40 para ser ponto de apoio para os pescadores, a Cabana do Pescador por pouco não foi demolida por recomendação do Ministério Público Federal (MPF) por estar em área de marinha. Moradores e ambientalistas se mobilizaram em defesa do patrimônio, que também está na área do Parque Estadual da Costa do Sol.

Através dos Amigos do Peró, a comunidade pediu ajuda ao deputado estadual Gustavo Tutuca (atual secretário estadual de Turismo), que, juntamente com o deputado Dr. Serginho, pediram o tombamento da Cabana devido ao seu valor histórico, arquitetônico e turístico.

O tombamento significa ação do poder público com o objetivo de preservar, por meio da aplicação de legislação específica, bens de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e também de valor afetivo para a população, impedindo que venham a ser destruídos ou descaracterizados.

— A Cabana do Pescador é um patrimônio histórico da cidade de Cabo Frio, dos seus moradores e que fomenta o turismo na região do Peró. Destruí-lo seria destruir também 80 anos de história — disse Gustavo Tutuca.

Em 2012, na novela Avenida Brasil, o espaço era a casa do ex-jogador de futebol Tufão, personagem vivido por Murilo Benício, o que deixou o lugar ainda mais famoso.

— Venceu a sociedade civil organizada. Agora é Lei. O imóvel foi tombado, não poderá mais ser demolido e nem ter mudado as suas características. Agora, precisamos trabalhar para que seja transformado num local de uso sustentável, preservando a história do nosso Peró – comentou Marta Rocha, dos Amigos do Peró e do Conselho de Meio Ambiente de Cabo Frio.

continua após a publicidade