A Cabana do Pescador, no Peró, em Cabo Frio, agora também é patrimônio estadual. A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quarta-feira (7/12), por unanimidade, o Projeto de Lei 6470/2020, que tomba o imóvel onde está situada a Cabana do Pescador, em Cabo Frio, como Patrimônio do Estado do Rio de Janeiro, por interesse histórico, arquitetônico, cultural e turístico. No dia 12, a Praia do Peró vai hastear a Bandeira Azul, pelo quinto ano consecutivo, para a temporada 2022/2023.

De autoria do deputado estadual Gustavo Tutuca, o projeto atende um pedido da comunidade do Peró, que contou com ajuda de várias entidades, entre as quais a Associação de Hotéis de Cabo Frio e do Conselho de Desenvolvimento do Turismo da Costa do Sol (Condetur). A campanha foi feita para impedir a demolição do imóvel, determinada por uma ação judicial, há menos de um mês. Com a aprovação na Alerj, o projeto segue agora para sanção do governador Cláudio Castro, que tem 15 dias para dar o seu parecer.

  • Demos o primeiro passo, muito importante, que foi aprovar o Projeto de Lei na Assembleia Legislativa. Tenho certeza que o governador Cláudio Castro vai ratificar a decisão e sancionar a lei. A Cabana do Pescador é um patrimônio histórico da cidade de Cabo Frio, dos seus moradores e que fomenta o turismo na região da Praia das Conchas e do Peró. Seguiremos trabalhando, sempre dentro da lei, para evitar a demolição do imóvel. Destruí-lo seria destruir também 80 anos de história – disse Gustavo Tutuca.

O tombamento da Cabana do Pescador já havia sido aprovado pelo município, através de indicação do vereador Davi Souza, que foi sancionada pelo prefeito José Bonifácio. A decisão da justiça federal incluiu a Cabana do Pescador, construída na década de 40, na mesma ação que determina a demolição de sete quiosques da Praia das Conchas.

— A comunidade, sobretudo os pescadores, está comemorando o duplo tombamento, que acreditamos vá impedir a demolição da Cabana do Pescador, que é um dos pontos mais fotografados da Região dos Lagos – disse Machado Silva, dos Amigos do Peró.

O imóvel é considerado pelos moradores um patrimônio da cidade e já foi cenário de novela das 21h na rede Globo, em 2012. Na trama de Avenida Brasil, o espaço era a casa do ex-jogador de futebol Tufão, personagem vivido por Murilo Benício, o que deixou o lugar ainda mais famoso.

— Ficamos contentes com a mobilização de tantas pessoas da esfera pública e privada na defesa e preservação desse local histórico para a cidade – comentou Carlos Cunha, presidente da Associação dos Hotéis de Cabo Frio.