Atualmente, é comum vermos qualquer segmento de empresas se preocupando com as transformações globais em favor da sustentabilidade.

E você sabia que podemos andar na moda com roupas que possuem as suas matérias-primas naturais, como o algodão sustentável?

A matéria-prima com que a nossa roupa é produzida afeta, diretamente, o meio ambiente, afinal, dependendo do que é produzido, afetará diretamente o solo, o ambiente e o ser humano.

Assim como existem muitas críticas aos alimentos que fazem mal à saúde, há também em relação aos produtos que são utilizados para plantar as matérias-primas para as empresas têxteis. 

São por essas e outras razões que, agora, veremos a importância de ajudarmos o meio ambiente utilizando roupas sustentáveis. 

O que é algodão sustentável?

Saiba que ele nada mais é do que um algodão cultivado de maneira tradicional. Porém a diferença é que são usadas mais tecnologias avançadas, a fim de, por exemplo, controlar as pragas. 

Além disso, essas tecnologias também são usadas para preservar a qualidade da fibra do algodão, assim, ele será melhor aproveitado. 

Outra informação importante é que ser sustentável significa que os padrões mediantes aos fatores trabalhista e socioambiental são seguidos.

Você sabia que o Brasil é considerado o maior produtor de algodão sustentável do mundo? 31,5% da produção mundial é bancada pelo Brasil.

Quem certifica um algodão sustentável?

Saiba que precisamos de uma empresa que teste e verifique, realmente, o padrão, a produção e a qualidade dos tecidos sustentáveis. 

Para essa finalidade, contamos com a BCI, a organização internacional chamada Better Cotton Initiative. 

Ela é a maior organização de sustentabilidade mundial e a sua função é tornar essa produção de algodão sustentável melhor e mais rentável para toda a população. 

Quais são as vantagens do algodão sustentável?

As vantagens em utilizar roupas feitas com algodão sustentável são inúmeras e, aqui, listamos algumas delas. 

A primeira é que as roupas são mais macias e confortáveis do que as tradicionais. Isso acontece porque ela usa o amaciante natural de um óleo extraído da casca do arroz. Isso também diminui os danos ao meio ambiente. 

A segunda é em relação ao tempo de durabilidade, o qual é bem alto. Além disso, ele é antialérgico e versátil, ou seja, está sempre na moda. 

Agora, se pararmos para pensar também nas vantagens em relação ao meio ambiente, encontramos outras inúmeras. 

Por exemplo, a diminuição e a minimização dos impactos que são causados ao meio ambiente com o plantio tradicional do algodão.

A água é usada de maneira correta, prezando pela sua disponibilidade. 

Inclusive, podemos citar o cuidado com o solo e a conservação dos ambientes naturais.

Além disso, vemos também o zelo pela qualidade da fibra e pelas relações justas trabalhistas, como foi mencionado anteriormente.

Uma curiosidade muito importante sobre a sustentabilidade é que todas as ferramentas/recursos que são utilizados para chegar ao objetivo almejado, devem ser pensados para beneficiar a população, principalmente, com a durabilidade e a longevidade.

Saiba que são inúmeras as peças de vestuários encontradas com algodão sustentável. Por exemplo, as camisetas femininas, as masculinas, os moletons, entre tantas outras. 

Se você estiver procurando esses produtos, não deixe de olhar o site do BAWLET. Ele contém peças incríveis, na moda e, o melhor de tudo, com preços que cabem no nosso bolso.

Existem mais tecidos sustentáveis?

Bom, até aqui, podemos comprovar que a moda com tecidos sustentáveis está chegando e, certamente, é para ficar.

Então, as indústrias têxteis estão se mobilizando cada vez mais para oferecer esses tipos de produtos aos seus consumidores. 

Afinal, essa moda sustentável luta e defende a redução de produtos poluentes nas produções das suas peças, diminuindo esses danos ambientais.

Além do algodão, existem muitos outros. Veja quais são eles.

Cânhamo

Ele  é cultivado em rios e não precisa de herbicidas e pesticidas na sua produção.

Hoje, vemos muito a sua utilização em roupas para pets.

Fibra de bananeira

O tronco da bananeira pode ser reaproveitado e as fibras encontradas neles se assemelham ao do algodão e à da seda.

São muito utilizadas para produzir, por exemplo, os quimonos. 

Fibra da laranja

Ela é produzida através da celulose do bagaço, ela é leve e pode ser brilhante ou opaca.

Ela é muito utilizada em artigos luxuosos e em blusas.

Fibra da soja

A seda da soja é um outro tipo que produz tecidos macios, os quais lembram o famoso cashmere.

Ela absorve muito bem as tonalidades, são antibacterianas e resistentes aos raios ultravioletas.

Lenpur

É um fibra proveniente do pinheiro branco e por ser um tecido que terá uma alta absorção e liberação de umidade, pode ser utilizado em jeans, meias, roupas e, inclusive, acessórios para a casa.

Além desses, encontramos inúmeros outros tecidos, como o Liocel, o Modal, o Piñatex, o Poliamida biodegradável e o Qmilk. 

Caso tenha interesse em se aprofundar em cada um deles, sugerimos que você leia o artigo disponibilizado pelo All Accor Live Limites, ele possui informações e conteúdos muito interessantes.

Só com essas informações, comprovamos que uma outra maneira de ajudar ao meio ambiente é aderindo aos tecidos sustentáveis, como o algodão.

Afinal, as nossas roupas possuem dois destinos: ou outras pessoas irão usá-las, assim que doarmos ou, ainda, elas irão para o lixo.

Então, porque não aproveitar para utilizar, sempre, as roupas sustentáveis e ajudar o nosso mundo para um futuro longo e de qualidade.